Seguidores

29.4.02

Senta que lá vem história
Da Mãe Beata de Yemanjá ao japonês Yoshi Yoki, passando por contadores de Cabo Verde, França, Argentina, Venezuela e Espanha, entre outros. Oficinas, debates com especialistas em literatura oral como o ótimo escritor mineiro o Bartolomeu Campos Queiroz, a Eliana Yunes, a Benita Prieto e o Celso Sisto, o antropologo, escritor, Daniel Munduruku (da tribo Munduruku de Belém do Pará e um dos criadores do IDETI) e espetáculos de contadores nacionais e internacionais compõem a programação do I Simpósio Internacional de Contadores de Histórias - Um encontro para muitas vozes que vai acontecer no Rio de 4 a 8 de maio, no SESC de Copacabana, na PUC e na Biblioteca Pública do Estado, e em mais cinco unidades do SESC-Rio.

Segundo a organizadora do evento, a produtora e especialista em Literatura Infantil e Juvenil pela UFF Benita Prieto, as atividades foram separadas de acordo com o perfil do espectador. Para quem procura entretenimento e diversão, há as sessões gratuitas de contadores nacionais e estrangeiros, na Biblioteca Pública e unidades do Sesc; para quem procura discutir o universo dessa arte, as mesas-redondas servirão como troca de experiências entre diferentes estudiosos, na PUC-Rio.

Já os profissionais interessados nas oficinas, ministradas por contadores estrangeiros, terão a oportunidade rara de ouvir dos próprios palestrantes aspectos das narrativas típicas de suas respectivas culturas.

Uma das novidades que o encontro traz é a Maratona de Contos. São 12 horas ininterruptas (sábado e domingo) em que os contadores se revezarão num palco da Biblioteca Pública Estadual, aberto também para o público contar suas histórias.

Todas as atividades têm entrada franca. Vagas gratuitas e limitadas para as oficinas e debates em mesa redonda. Para os espetáculos de contadores de histórias, haverá distribuição de senhas uma hora antes de cada sessão.
Informações e inscrições: (21) 3860 6246. e-mail: morandubeta@ig.com.br

4 de maio (sábado) - Sessão de Contadores de Histórias
Apresentações em 5 unidades do SESC RJ
14 horas
SESC Madureira - Horacio Santos (Cabo Verde) e Celso Sisto (Brasil)
16 horas
SESC Tijuca - Horácio Santos (Cabo Verde) e Benita Prieto (Brasil)
SESC Engenho de Dentro - Yoshihira Hioki (Japão) e Maria Clara Cavalcanti (Brasil)
SESC Ramos - Diana Tarnofky (Argentina) e Eliana Yunes (Brasil)
SESC Nova Iguaçu - Oswaldo Felipe (Espanha) e Márcio Moura (Brasil)

4 e 5 de maio (sábado e domingo) das 9h às 21h - Maratona de Contos
Biblioteca Pública do Estado do Rio de Janeiro
Durante 12 horas no sábado e 12 horas no domingo, ininterruptamente, contadores de histórias brasileiros e estrangeiros se revezarão em sessões de contos. Também haverá espaço para que o público possa participar, narrando suas histórias.
Já estão confirmados, entre outros Augusto Pessoa, Fernando Lébeis, Celso Sisto, José Mauro Brant, Bia Bedran, Fatima Café, Maria Pompeu, Daniela Schindler, Priscila Camargo, Grupo Confabulando, Grupo Mil e Umas e As Velhinhas de Santa Teresa.

6 de maio (segunda) a partir das 19h
Abertura Oficial do Evento - SESC Copacabana
19h - Abertura
19h30 - Rolando Boldrin conta "causos"
20h - Talk-show com apresentação de Leda Nagle entrevistando contadores internacionais
22h - Coquetel

7 de maio (terça) P U C - Rio - Manhã:Salão do Conselho Universitário
9h às 12h - Mesa redonda: A permanência da oralidade na literatura contemporânea
Mediador: Eliana Yunes.
Convidados: Bartolomeu Campos Queiroz (MG), Marta Morais (PR), Marieta Moraes (RJ), Daniel Munduruku (SP) e Dunia de Barnola (Venezuela)
12h - Espetáculo de Contadores no Campus
Diana Tarnofky (Argentina), Oswaldo Felipe (Espanha) e Daniel Munduruku (Brasil)
SESC Copacabana
14h - Histórias com Filoteus (BA)
15h às 18h - Cinco oficinas com contadores internacionais (Jean Michel Hernandez, Horácio Santos, Dunia de Barnola, Diana Tarnofky e Oswaldo Felipe)
19h - Espetáculos com contadores internacionais: Horácio Santos (Cabo Verde), Yoshihira Hioki (Japão) e Jean Michel Hernandes (França)

8 de maio (quarta) P U C - Rio- Manhã:Salão do Conselho Universitário
9h às 12h - Mesa Redonda: A narração de histórias da pré-escola à Universidade.
Mediador: Vera Souza Lima.
Convidados: Marly Amarilha (RN), Célia Linhares (RJ), Horácio Santos (Cabo Verde) e Sergio Rivero (BA)
12h - Espetáculo de Contadores no Campus
Jean Michel Hernandez (França), Yoshi Hioki (Japão) e Mãe Beata de Yemanjá (RJ)
SESC Copacabana
14h - Histórias com Filoteus (BA)
15 às 18h - Cinco oficinas com contadores internacionais (Yoshi Hioki, Horácio Santos, Dunia de Barnola, Diana Tarnofky e Oswaldo Felipe)
19h - Espetáculos com contadores internacionais: Dunia de Barnola (Venezuela), Oswaldo Felipe (Espanha), Diana Tarnofky (Argentina) e homenagem a Drummond com contadores brasileiros.
21h - "Gosto Drummond" - coquetel mineiro.

27.4.02

Os palhaços ampliam o Riso da Terra. Palhaços do mundo uni-vos!(Mais um trecho da Declaraçao do Riso Da Terra).
Cultivemos o riso. Mas nao um riso que discrimine o outro pela sua cor, religiao, etnia, gostos e costumes.Cultivemos o riso para celebrar as nossas diferenças. Um riso que seja como a propria vida: multiplo, diverso, generoso. Enquanto rirmos estaremos em Paz. Joao Pessoa, 2 de dezembro de 2001 -- Declaraçao do Riso da Terra. (Trecho da Carta da Paraiba-- manifesto dos Palhaços do Mundo, reunidos na Paraiba no Festival Riso da Terra).
Casa de atores brasileiros vira palco teatral em Londres
Tereza Araujo e Franko Figueiredo -- dois atores baianos morando em Londres -- encenam na propria casa ao Sul da capital inglesa, um espetaculo que tem como tema a violencia domestica, baseado em contos da Clarice Lispector. Mais detalhes aqui.
Despedida teatral no Rio: 26 peças saem de cartaz este fim de semana
O número assusta, mas é verdade. 26 peças saem de cartaz este fim de semana na cidade. Comédias, dramas, musicais, monólogos, adolescente. As opções variam para todos os gostos e estilos. Algumas merecem destaque -- segundo o jornal OGlobo -- como o musical ''Um dia de sol em shangri-lá'', ''A farsa da boa preguiça'', de Ariano Suassuna (esta eu pretendo ver até amanhã,um dos melhores ou melhor texto teatral do Mestre Suassuna) e ''Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come'', com Leandra Leal e Murilo Rosa.

CONFISSÕES DE ADOLESCENTE: Teatro dos Grandes Atores (Sala Azul): Av. das Américas 3.555, Shopping Barra Square, Barra — 3325-1645. Sex e sáb, às 19h. Dom, às 18h30m. R$ 15. 75 minutos.

CONVERSA PRIVADA: Teatro Municipal de Niterói: Rua Quinze de Novembro 35, Centro — 2620-1624. Sex e sáb, às 21h. Dom, às 20h. R$ 20. 80 minutos.

CORAÇÃO INQUIETO Espaço Cultural Sérgio Porto: Rua Humaitá 163, Humaitá — 2266 0896. Sex e sáb, às 21h. Dom, às 20h. R$ 15 e R$ 1 (dom). 90 minutos.

UM DIA DE SOL EM SHANGRILÁ Café Teatro de Arena: Rua Siqueira Campos 143, Copacabana — 2235-5348. Qui a sáb, às 21h. Dom, às 18h. R$ 25 (qui, sex e dom) e R$ 30 (sáb). 85 minutos.

EVITA PERÓN: UM MUSICAL DE TANGOS Teatro Galeria: Rua Senador Vergueiro 93, Flamengo — 2285-9130. Sex e sáb, às 21h30m. Dom, às 20h30m. R$ 15. 80 minutos.

FAMÍLIA BRASIL Espaço Paissandu: Travessa dos Tamoios 40 B, Flamengo — 2265-1166. Sáb, às 19h. R$ 10. 90 minutos.

FARSA DA BOA PREGUIÇA Teatro do Planetário da Gávea/ Maria Clara Machado: Av. Padre Leonel Franca 240, Gávea — 2274-7722. Qui a sáb, às 21h. Dom, às 20h. R$ 10 e R$ 1 (dom). 80 minutos.

FEDRA Teatro Sesc-Engenho de Dentro: Av. Amaro Cavalcante 1661, Engenho de Dentro — 2596-3181. Qui a sáb, às 20h. R$ 5. 90 minutos.

FLORES URBANAS: Sala Paraíso do Teatro Carlos Gomes: Praça Tiradentes s/n, Centro — 2232-8701. Qui a dom, às 18h. R$ 10 e R$ 1 (dom). 60 minutos.

JUDAS E SUA REENCARNAÇÃO COMO JOANA D’ARC: Teatro Feic: Estrada Pau Ferro 1.344, Freguesia — 2425-3178. Sáb, às 20h. Dom, às 19h. R$ 15.

OS MONGABOYS: Teatro Gláucio Gill: Praça Cardeal Arcoverde, s/n , Copacabana — 2547-7003. Qua a sáb, às 19h. R$ 10. 60 minutos.

NAVEGAR É PRECISO... : Casa de Cultura Laura Alvim: Av. Vieira Souto, 176 Ipanema — 2247-6946. Qui a sáb, às 21h. Dom, às 20h. R$ 15. 75 minutos.

PAIXÃO, MORTE E RESSURREIÇÃO Teatro do Colégio Sagrado Coração de Maria: Rua Tonelero 56, Copacabana — 2236-2511. Sex a dom, às 20h. R$ 8. 80 minutos.

A PAZ: Teatro Gláucio Gill: Praça Cardeal Arcoverde s/n, Copacabana — 2547-7003. Qui a sáb, às 21h. Dom, às 20h. R$ 10. 120 minutos.

QUALQUER GATO VIRA-LATA TEM UMA VIDA SEXUAL MAIS SADIA QUE A NOSSA: Teatro Vannucci: Shopping da Gávea, 3 piso. Rua Marquês de São Vicente 52, Gávea — 2274-7246. Qui a sáb, às 21h30m. Dom, às 20h. R$ 25 (qui, sex e dom) e R$ 30 (sáb). 100 minutos. Até 28 de abril.

RESGATE Café Cultural: Rua São Clemente 409, Botafogo — 2535-6338. Sáb e dom, às 20h. R$ 10. 80 minutos.

SE CORRER O BICHO PEGA, SE FICAR O BICHO COME Teatro Abel: Rua Mário Alves 2, Centro, Niterói — 2620-3232. Sex e sáb, às 21h. Dom, às 20h. R$ 15. 130 minutos.

SEU PALÁCIO CONTA ESTÓRIAS: Museu da República: Rua do Catete 153, Catete — 2558-5350. Sáb e dom, às 17h30m. R$ 10. 70 minutos.

SILVIA Teatro Carlos Gomes: Praça Tiradentes s/n , Centro — 2232-8701. Qui, sex e dom, às 19h30m. Sáb, às 21h. R$ 10 e R$ 1 (dom). 90 minutos.

SENTENÇA DE VIDA: Casarão Cultural dos Arcos: Rua Mem de Sá 23, Lapa — 2252-8910. Sex a dom, às 19h. R$ 10. 50 minutos.

SIMPLESMENTE COMÉDIA: Teatro Henriqueta Brieba:Rua Conde de Bonfim 451, Tijuca — 2570-1012. Sáb, às 21h. Dom, às 20h. R$ 10. 60 minutos.

SONHO DE UMA NOITE DE VERÃO: Espaço Cultural Constituição: Rua da Constituição 34, Centro — 2242-3102. Sáb, às 19h. 90 minutos. R$ 5.

TRIÂNGULO AMOROSO: Teatro Ipanema: Rua Prudente de Moraes 824, Ipanema — 2523-9794. Qui a sáb, às 21h. Dom, às 20h. R$ 10 (qui), R$ 15 (sex e dom) e R$ 20 (sáb). 90 minutos.

TODO MUNDO TEM PROBLEMAS SEXUAIS: Teatro dos Grandes Atores (Sala Azul): Av. das Américas 3.555, Barra — 3325 1645. Sex e sáb, às 21h30m. Dom, às 20h30m. R$ 25 (sex e dom) e R$ 30 (sáb). 70 minutos.

TUDO NO TIMING: Café Pequeno/Teatros do Rio: Av. Ataulfo de Paiva 269, Leblon — 2294-4480. Sex e sáb, às 21h. Dom, às 20h. R$ 15 e R$ 1 (dom). 90 minutos.

VAI ESCREVER MAIS POESIA: Casarão Cultural dos Arcos: Av. Mem de Sá 23, Lapa — 2252-8910. Reservas: 9603-9745 Sex a dom, às 21h. R$ 1,99 (sex) e R$ 7 (sáb e dom). 80 minutos.

PS. Não estranhem o preço de R$ 1,00. Todo o ultimo domingo de cada mês os teatros, lons culturais, etc. da Prefeitura, estarão com esse preço promocional.




Oficina de máscaras com o Moitará

O Grupo Moitará estará ministrando uma oficina intitulada O Jôgo da Máscara Teatral, com vagas limitadas, dirigida para atores e bailarinos, e tendo como objetivo desenvolver um treinamento do ator com a linguagem da máscara teatral,
no Baixo Santa do Alto Glória, à Rua Hermenegildo de Barros, 71 - em Santa Teresa.
Data:
9,10,11,12, 14, 16 e 17 de maio.
terças e quintas das 18:00 às 22:00 horas;
sextas das 20:00 às 23:00 horas;
sábado e domingo das 14:00 às 18:00 horas.
Inscrições
Telefax: 21 - 22 25 14 77 / e-mail do Grupo -- Telefone: 21 - 22 10 06 53 ( com Fabiana - das 8:00 às 17:00 horas, no local da oficina )

grupo.moitara@uol.com.br
http://sites.uol.com.br/grupo.moitara



18.4.02

O que importa, sempre, é levar a consciencia corporal até os alunos porque penso que bem mais importante do que conhecer o espirito é saber que o corpo existe, está aqui comigo e dependo dele para viver. Cada um começa a descobrir o próprio corpo, seu ritmo, e sòmente aí esse corpo pode começar a dançar, interpretar, se expressar. Nisso não há nada de esotérico, divino ou coisa assim:
quero apenas recuperar o lado lúdico do movimento.
KLAUSS VIANNA 1928/1992.
Em memória do bailarino, coreógrafo, ator e professor Klauss Vianna - um dos ícones da dança contemporanea e do teatro brasileiros, registrando os dez anos de sua ausência e que se completaram no dia 12 de abril.
Aller-Retour Simple

Aqui no JB de hoje, uma entrevista com a Denise Namura, falando do espetáculo que estréia hoje no Teatro II do CCBB, e vai até domingo. Aí na matéria, ela foi até modestinha, falou do sucesso deste espetáculo na Europa, mas não falou do sucesso das oficinas e os vários módulos do curso que atraem bailarinos, cantores, atores e circenses da Europa toda. Nos três módulos que eu fiz tinha uma alemã cantante de ópera, uma russa circense, uma bailarina inglêsa, e um ator de Lion, que vieram a Paris especialmente para fazer o curso com À FLeur du Peau.
Latitude Zero -- o que acontece na terra de ninguém quando alguém chega

Pela primeira vez eu falo em cinema aqui neste blog. Um dos filmes mais interessantes e instigantes que eu assistí nos ultimos tempos: LATITUDE ZERO , com direção do talentoso e competente diretor TONI VENTURI. O filme tem uma proposta de inteiração da linguagem teatro e cinema. É como se fosse um teatro filmado, um só cenário e dois ótimos atores. O filme que conta uma visceral historia de amor em um garimpo abandonado no coração do Brasil, foi escolhido na seleção oficial do Festival de Berlim, no ano passado.

O filme é épico, é tragedia grega, tem toda a dimensão trágica e a beleza das grandes tragédias gregas, num filme belo e ousado, com cenas que tinham tudo para derrubar a proposta do filme, não fosse o talento e a competencia dos dois interpretes, DÉBORA DUBOC e CLAUDIO JABORANDY, e a direção sensível e inteligente de quem conhece o seu métier -- só deem uma espiadinha aqui no curriculo do diretor e da atriz para constatar. Fiquei com vontade de vê-los também no teatro. Os atores -- merecidamente -- ganharam diversos prêmios nacionais e internacionais.

O filme está em cartaz também em São Paulo, e teve por lá um interessante debate com a participação do crítico teatral Sérgio Coelho, do dramaturgo Fernando Bonassi e do Zé Celso, é o que contou num e-mail enviado para este blog, o Toni Venturi (ele já morou aqui no Rio) e gostaria de convidar o povo do teatro do Rio para conferir. E não só o povo do teatro deve assistir, mas é um filme obrigatório para quem aprecia um filme de qualidade. O filme entrou em cartaz na sexta feira passada no ESPAÇO UNIBANCO 3 e UCI 9 New York Centre.

"Latitude Zero", é o primeiro longa-metragem da produtora de cinema e teatro a Olhar Imaginario - www. olharimaginario.com.br - dirigida pelo Toni Venturi.

16.4.02

Vocês já conhecem a Interpalco? Eu recomendo, e não é porque eu colaborei neste número. Vale dar uma conferida


11.4.02

Café com queijo no SESC Belenzinho, em São Paulo

Estreiou neste final de semana na capital paulista o espetáculo "CAFÉ COM QUEIJO", criação coletiva dos atores do Lume: Ana Cristina Colla, Jesser de Souza, Raquel Scotti Hudson e Renato Ferracini, que eu tive o privilégio de assistir aqui no Rio no final de janeiro deste ano. Absolutamente imperdível. Depois deste trabalho vai ser difícil aceitar qualquer outra abordagem de tipos humanos do interior do Brasil. Eles foram muito competentes na pesquisa dos tipos, na delicadeza da abordagem e na mimesis corporal perfeita.

Local: SESC Belenzinho – Galpão do Meio - Av. Álvaro Ramos 915 – São Paulo - SP (próximo à estação Belém).
Data: dias 06,07,13,14,20,21,27 e 28 de Abril (Sábados e Domingos)
Horário: 21:00 hs
Ingressos: R$15,00 (inteira)
R$ 7,50 (estudantes, idosos, aposentados e usuários matriculados do
SESC)
R$ 5,00 (trabalhadores do comércio e serviços)
Compra antecipada de ingressos nas unidades integradas da rede
SESC de São Paulo.
Informações: Fone: 0 XX 11 6605-8143 – SESC Belenzinho
Fone: 0 XX 19 3289-9869 – LUME
ATENÇÃO: Espetáculo para 100 espectadores, compre seu ingresso com
antecedência!


Atividades do Lume na Barão Geraldo, em Campinas
"KELBILIN, O CÃO DA DIVINDADE"
Local: Sede do LUME - Barão Geraldo - Campinas - para saber como chegar em nossa sede acesse www.unicamp.br/lume e clique em SEDE.
Data: dias 10,11,12,17,18,19,24,25 e 26 de Abril (Quartas a Sextas)
Horário: 2l,00 hs.
Ingressos: R$10,00 (inteira) e R$ 5,00 (estudantes)
Informações: 0XX193289-9869
ATENÇÃO: Espetáculo para 21 espectadores, compre seu ingresso com
antecedência!


SE ESSA RUA FOSSE NOSSA
Semana de Reflexão sobre Arte, Moradores de Rua e Extensão Universitária
Argumento e Organização do Grupo Matula Teatro - Barão Geraldo - Campinas
Perído: de 08 a 24 de Abril com palestras, debates, demonstrações de
trabalho e espetáculos
Local dos encontros e Espetáculo: Centro de Convenções da UNICAMP e
Confraria da Dança

Espetáculo "Vizinhos do fundo"
Horários: quinta à sábado às 21:00 e domingo às 20-00

No Domingo dia 14
15:00 - Demonstração Técnica sobre o processo de criação do espetáculo
"Vizinhos do Fundo"
local - Confraria da Dança
Rua 10 de Março, 497 - Guanabara

Para saber detalhes sobre os espetáculos e adquirir nossas publicações via
correio acesse nossa home-page www.unicamp.br/lume !!!



Oficina de perna-de-pau na Fundição Progresso

Na próxima terça-feira, dia l6 de abril terá início a oficina de perna de pau com Priscila Duarte e Ricardo Gomes, do Teatro Diadokai. A oficina que terá a duração de três semanas vai até o dia 2 de maio. As aulas serão no Espaço 1 da Fundição Progresso, sempre às terças, quartas e quintas das 19 às 22hs. Vagas limitadas. Uma ótima oportunidade para atores, bailarinos ou mesmo para aqueles que quiserem mais um interessante aprendizado para a sua vida. E o prêço do curso é dos mais camaradas: cem reais.

Através da ampliação do jogo de equilíbrio/desequilíbrio da posição ereta, as pernas-de-pau são capazes de proporcionar novas possibilidades de expressão e de presença. O crescimento da figura em cena e a sensação de risco experimentada pelo espectador garantem ainda um alto nível de espetacularidade. As pernas-de-pau também podem ser consideradas como um palco ambulante, destacam o corpo do ator acima das cabeças da multidão. Entretanto, é preciso andar sobre as pernas-de-pau com segurança, leveza e desenvoltura, deste modo, o espectador pode esquecê-las e entrar no jogo proposto pelo espetáculo.

Nesta oficina os alunos terão oportunidade de aprender a andar sobre as pernas-de-pau, reaprendendo a equilibrar-se exatamente como na primeira infância. Trabalharemos exercícios básicos e desenvolveremos elementos de dança como corridas, saltos e piruetas, individualmente ou em grupo. Trabalharemos com bastões, girando-os e lançando-os. Também aprenderemos várias formas de descer até o chão e se levantar. Durante o curso, o aluno também terá oportunidade de conhecer a metodologia de trabalho do Teatro Diadokai, que se utiliza de princípios e exercícios das tradições ocidental e oriental.
De 16 de abril a 2 de maio 3as, 4as e 5as das 19 às 22 hs. Vagas limitadas
Fundição Progresso (espaço 1) Rua dos arcos, 24 - Lapa
Informações e inscrições: 9677 1055 (Dani) - 3852 7022 (Ivana) - diadokai@alternex.com.br



9.4.02

Rua Alice, 75 - Quartos de Aluguel

Voltou ao cartaz no domingo, dia 7 e vai até o dia 26 de maio, o espetáculo da Cia Regina Miranda e Atores Bailarinos, Rua Alice 75 - Quartos de Aluguel, sempre aos domingos às 20 hs. ao preço do ingresso de vinte reais. Apenas 30 espectadores por sessão.

Sobre o espetáculo, um comentário de Silvia Soter do jornal OGlobo:
"Rua Alice, 75 -Quartos de Aluguel se constrói na zona de trânsito entre dança,artes visuais e teatro. Se logo de início essas linguagens se misturam, no fim aparecem destacadas, coabitando a cena, mas com contornos bem definidos. Com certeza nos momentos mais bonitos de Rua Alice não existem paredes separando linguagens."

Local: Rua Alice, 75 - Laranjeiras Sempre aos domingos às 20 hs. Venda antecipada no local Desconto de 50% para estudantes
Reservas e Informações: 2558-2657 ou claban@vento.com.br

SOBRE O ESPETÁCULO

Usando a história oral como fonte para a recriação e re-invenção de aspectos da vida em casas de cômodos do bairro de Laranjeiras, QUARTOS DE ALUGUEL investiga as estratégias de sobrevivência de pessoas que nelas habitam, encenando uma rica colagem que, como um mosaico, acumula significados, na medida em que seusdiversos elementos reaparecem e ecoam uns aos outros,
entre os diversos espaços que compõem a instalação.

A estrutura do espetáculo, ocupando os diversos espaços do sobrado da Companhia e incorporando múltiplos textos de múltiplas famílias, rearticulados
em diversos espaços e associados a textos dramáticos da literatura brasileira, espelha a organização estrutural de casas de cômodos, além de apresentar novas perspectivas para eventos originais e novas possibilidades para espaços urbanos, aqui explorados de maneira anti-convencional.

O público será convidado a percorrer os diversos aposentos do casarão situado à Rua Alice, 75. Através da eliminação da divisão entre o espaço cênico e o
espaço do espectador, a instalação nos parece uma forma interessante para estimular a platéia a se confrontar com ela mesma: na medida em que esta vai
construindo a sua maneira particular de reunir as várias cenas, escolhendo o tempo e os percursos que lhe parecem mais estimulantes a platéia se espelha e
se confunde com a ação.

A criação de Rua Alice, 75 - QUARTOS DE ALUGUEL não
teria sido possÍvel sem a valiosa colaboração de todos
os artistas integrantes ( bailarinos, coreógrafos e artistas plásticos), de
nossos narradores e de outros vizinhos da Rua Alice,
que conosco colaboraram anonimamente. A Companhia
Regina Miranda e AtoresBailarinos lhes é profundamente
grata pela experiência enriquecedora e pela confiança
e engajamento no projeto.
Todos os artistas que participam deste trabalho contribuiram criativamente para sua realização e a todos agradeço por enriquecerem minhas sugestões e
trazerem propostas que estimularam novas associações - Regina Miranda.


A perseguida: circo e cinema mudo para crianças

Estreiou sábado no TEATRO GLAUCIO GIL e vai até o dia 26 de maio o espetáculo do grupo Teatro Os Andarilhos que mistura teatro e técnicas circenses num espetáculo para crianças. O grupo -- da baixada fluminense --se apresenta pela primeira vez em temporada em um teatro, depois de ter percorrido e ser premiadíssimo em vários festivais pelo País. Aquí no JB uma entrevista do grupo dirigido pelo Lino Rocca que tem um curriculo respeitável com estágios nos melhores grupos internacionais, tantos que eu nem lembro agora, mas é só ver aqui no site do grupo. No elenco, Anderson Marques, Fábio Mateus, Lino Rocca e Vânia Santos.
Este trabalho promete. Pretendo ver ainda esta semana.

Teatro Glaucio Gil - sabados e domingos às 17hs. Até dia 26 de maio.
Maiores informações pelos tels. 2698-2789 / 9256-8691








5.4.02

Teatro de Anonimo e suas manhas e artes para várias comunidades do Rio
Publico aqui na íntegra, a notícia que eles mandaram para este blog:

CASA- cooperativa de artistas sociais autônomos, com as licenças devidas estará de mala e cuia invadindo os quintais do Movimento Fé e Amor Ilha de Guaratiba da Cia Étnica de Dança e Teatro Andarai, do Grupo de Teatro Nós do Morro Vidigal, do Grupo Cultural Jongo da Serrinha Serrinha e do CEASM - Centro de Estudos e Ações Solidárias da Maré Maré.

Com o patrocínio da Petroquisa estaremos realizando o projeto Território Cultural. Montaremos nosso Circo de bambu e lona com lotação de 200 pessoas e passaremos 10 dias em cada comunidade, realizando espetáculos, oficinas, vivências e registrando as histórias, as lideranças e as manifestações culturais locais, efetivando um intercâmbio entre a CASA, as comunidades e os grupos parceiros deste projeto.


Se quiser saber mais sobre o projeto e os grupos parceiros visite o site www.teatrodeanonimo.com.br . O projeto será de abril a junho e a cada ação estaremos informando o acontecido e a agenda do próximo .











4.4.02

Pra não dizer que não falei do Festival de Teatro em Curitiba, que encerrou no domingo,aqui um balanço na visão do Macksen Luiz -- crítico do Jornal do Brasil. E ainda um outro olhar, o do João Nunes enviado especial do Correio Popular, de Campinas.
Paz - peça inédita de Aristofanes estréia hoje no T.G.Gil

A comédia grega mostra como o ser humano vem buscando a paz ao longo dos séculos, nesta montagem dirigida por Amir Hadad, para a formatura dos alunos da CAL, e que estréia hoje no Teatro Glaucio Gil em Copacabana, em frente ao Metrô. Mais detalhes em O Globo de hoje.
Dança Brasil no CCBB

Na sua sexta edição Dança Brasil estréia hoje no Teatro II do CCBB no Rio e em Brasilia, pela primeira vez. Neste sexto ano, o Dança Brasil elegeu o escritor cubano, naturalizado italiano, Italo Calvino e seu livro Seis propostas para o próximo milênio, como elo e tema para o trabalho das seis companhias que irão se apresentar. E vindos diretamente da França para participar a Cie. Fleur du Peau do Michel e Denise Namura, com quem tive a honra e o privilégio de estudar em Paris. Já falei disso no outro blog.

Atividades paralelas: Mostra de vídeos, diariamente do dia 23 ao dia 28 de abril.
Texto aberto: encontro sobre as propostas de Calvino com participação de artistas e teóricos, mediação de Roberto Pereira, doutorando em Comunicação e Semiótica, PUC-SP eMestre em Filosofia- Univ. de Viena. dia 9 (terça-feira) às l8,30 hs.

De hoje a domingo, a Cia. Lia Rodrigues apresenta Formas breves.
De 11 a 14 Giovane Aguiar (representante de Brasilia) dança Vertigem e Mariana Muniz Tufúns inspirada em textos de Ferreira Gullar.
De 18 a 21 Cie. A Fleur du Peau - Michel Bugdahn e Denise Namura, em Aller-retourSimpleinspirado em Italo Calvino.
De 25 a 28 Ana Victoria em Sobre o comêço do fim e Esther Weitzman em Sonoridades
Maiores detalhes aqui em O Globo de hoje.
Centro Cultural Banco do Brasil - CCBB Rua 1o de Março, 66 - Centro Tel.2808-2020 -- Até o dia 28 de abril, de quinta a domingo às 19 hs. -- Dez e cinco reais (estudante).