Seguidores

5.11.03


Rachel, suas belas mãos e a sua expressividade
corporal transmitida por inteiro nesta foto.

A escritora Rachel de Queiroz, respondendo à pergunta de um reporter sobre como era viver a vida ao completar noventa anos de idade:
Quase todos os amigos já morreram. Mas é bom viver. Me interesso por qualquer pessoa que chegar aqui me contando histórias.
Lá na fazenda, escuto as histórias dos caboclos, tomo parte dos problemas. Gosto da humanidade. É o que me mantém viva.

Rachel de Queiroz
*17/11/1910
+04/11/2003

Nenhum comentário: