Seguidores

1.8.06


CHAPLIN'S BECKET
Uma gota de orvalho
em tua face

solitária
desce até
a ponta do nariz

em teu colo
c
a
i

abandonada
em luz

Esse poema é do Marco Guayba, um jovem ator e poeta que participou ativamente de quasi todas as palestras, debates, workshops, etcs. Nem sabia do seu lado poeta. Ontem ele mandou por e-mail esse poema. Essa foto do Beckett, aí em cima, com esse clima chapliniano saiu em toda a programação do festival. Ave, Samuel Beckett!
O poema do Marco tem toda um diagramação com letras caindo, descendo, enfim, ao postar aqui no blog não deu para sair como o original que ele enviou. Marco, merci par le cadeau.

Nenhum comentário: