Seguidores

27.8.06

Quintana e outros gaúchos
Vi na segunda-feira passado esse espetáculo doGrupo Repertorio da atriz Maria Pompeu, e posso recomendar sem reservas, especialmente, aos meus conterraneos gáuchos que irão se identificar de imediato com os "causos", a poesia do nosso poeta maior, o Mario Quintana e aquelas músicas do Lupicinio Rodrigues, (Noel Rosa o reverenciava e preconizou o sucesso do nosso ilustre conterrâneo) que ouvimos sempre para aplacar todas as nossas dores de amor. E ainda na parte musical, uma homenagem no centenário de outro conterrâneo músico que deixou a sua marca inconfundível, transitando com igual competência pela musica erudita e a popular: Radamés Gnatalli. E para finalizar, os textos dos dois Veríssimos dispensam apresentações.

Quintana e outros gaúchos, é desses espetáculos que o público sai do teatro, alegre, cantando, de bem com a vida, com a arte e a cultura brasileira.

O espetáculo está em cartaz no TEATRO DO SESI, na Av Graça Aranha, esquina com a Rua Santa Luzia, sempre as segundas-feiras às 19 hs, até o dia 2 de outubro.

Sinopse: O espetáculo apresenta o programa de televisão fictício "SEM MENTIRA", onde Mário Quintana, Érico Veríssimo e Luiz Fernando Veríssimo são entrevistados e interpretam seus textos. Os autores são vividos por Maria Pompeu, Amaury de Lima e Marcia Bloch.Na parte musical, uma homenagem ao centenário Radamés Gnatalli e o eterno Lupicínio Rodrigues, interpretados pelo pianista Ricardo Guimarães.
O espetáculo tem pesquisa e criação do Grupo Repertório, roteiro de Maria Pompeu, figurinos de Neiva Motta, fotos de Eryck Machado, programação visual de Eneida Leão, direção musical de Ricardo Guimarães e supervisão geral de Amaury de Lima.
O Grupo Repertório ( Maria Pompeu, Márcia Bloch e Amaury de Lima), braço de Oficina Emepê Produções Artísticas Ltda. que já produziu homenagens a Stanislaw Ponte Preta, Vinicius de Moraes, Cecília Meireles, Carlos Drummond de Andrade e Fernando Sabino, associa-se este ano às comemorações do centenário do grande poeta Mário Quintana. Em dezembro de 2005, foi comemorado o centenário de nascimento de Érico Veríssimo. Este ano, seu filho Luiz Fernando Veríssimo, completa 70 anos.

Por onde andou, e ainda vai andar QUINTANA E OUTROS GAÚCHOS
No Rio de Janeiro, a estréia aconteceu no projeto Música nos Museus, no dia 3 de abril, na Biblioteca Nacional e em maio, foi levado a dez Escolas Estaduais sob o patrocínio da Secretaria de Estado de Educação e ao Fórum de Poesia na UFRJ.
Em julho, foi apresentado no Espaço Cultural Furnas, e no Simpósio Internacional de Contadores de Histórias no SESC Rio. Em agosto, foi apresentado no Centro de Referência de Educação Pública, para professores do Município do Rio de Janeiro e no Colégio Pedro II - Unidade Engenho Novo.
De 3 a 6 de agosto, o espetáculo foi apresentado no Centro Cultural da Justiça Federal e de 14 de agosto a 2 de outubro, faz temporada somente às segundas-feiras, no Teatro do SESI, no horário de 19 horas. Outras apresentações entre agosto e setembro: Colégios Cruzeiro e Corcovado, PUC RIO, Feira do Livro de Itaboraí e Usina Cultural em Friburgo.
Em outubro, o espetáculo participará do Congresso de Poesia de Bento Gonçalves, fará apresentações em Veranópolis, Farroupilha e Caxias do Sul.
O espetáculo chega à Casa de Cultura Mário Quintana, em Porto Alegre, nos dias 7 e 8 de outubro.
Ufa! Isso é coisa da Super Maria

Nenhum comentário: