Seguidores

2.11.07

Não seja palhaço por acaso, conscientize-se!
Conhecer a sua própria comicidade é ultrapassar medos e inseguranças.
O objetivo da oficina é desvendar o clown de cada participante dando-lhe nome, indumentária, sentimentos e atitudes para a realização de um número.
O principal fundamento da linguagem do palhaço está na disponibilidade para a comunicação através do erro. É preciso se permitir errar para obter o humor. Por meio da exposição, o ator desenvolverá a percepção para o ritmo de uma "gag": elemento básico para a revelação do clown. Não seja palhaço por acaso, conscientize-se!
Oficina de palhaço com Ana Luísa Cardoso (a Palhaça MARGARITA) de 7 a 28 de novembro.
Esta escriba recomenda com entusiasmo. Ana Luísa é uma das minhas mestras dessa difícil arte.
E não fosse a minha estréia na peça radiofonica de Becket no início de dezembro no Teatro do SESC-Tijuca, eu iria correndo fazer essa oficina. Fico na torcida para ela repetir a oficina, em outra ocasião.

Onde: Lona do Crescer e Viver
Rua Benedito Hipólito, s/nº, Praça Onze (bem em frente ao metrô)
Quando: de 7 a 28 de novembro
Segundas e quartas: das 10h às 13h - Valor R$ 200,00 - Vagas limitadas.
Inscrições: (21) 3972-1391
www.crescereviver.org.br
roberta@crescereviver.org.br


Sobre ANA LUÍSA CARDOSO
Atriz, diretora e palhaça, Ana Luísa Cardoso iniciou sua pesquisa na interpretação com o nariz vermelho em 1987, realizando estágios no exterior com Guillermo Angelelli (BsAs), Mario Gonzalez (Paris), Philippe Gaulier (Londres), Massaroca (Rio), Nani Colambaione (SP) e Biriba.
De 1991 a 2001, participou do grupo de palhaças As Marias da Graça, com o qual atuou, criou e produziu os espetáculos: Tem Areia no Maiô, Disque Marias para Dançar e Pra Frente Marias.
Também foi integrante do Centro de Demolição e Construção do Espetáculo, dirigido por Aderbal Freire Filho no Teatro Glaucio Gil. Ana Luísa é formada pela C.A.L (1984). Dirige a Cia d'Os Melodramáticos e participou da direção do espetáculo Vida de Artista, em cartaz na lona do Crescer e Viver. Como palhaça Margarita, apresenta o espetáculo Margarita vai à luta, exibido, recentemente, no Festival Esse Monte de Mulher Palhaça.
Foto da autoria e risco desta escriba durante a apresentação de Margarita vai à luta em dezembro do ano passado no Anjos do Picadeiro 5.

Nenhum comentário: