Seguidores

30.12.09

Com vocês ...

Mafalda for ever

Fragmentos da guerra dos palhaços no Largo da Alfandega em Florianopolis. As armas disparavam apenas balões de agua e sacos farinha, os escudos eram de papelão e os capacetes de sacolas de plastico. Perfomance criada e idelizada durante a oficina do genial, surpreeendamental palhaço espanhol Loco Brusca. Muito obrigada, Mestre!

Deixar um comentario




Palhaceata em Florianopolis no VIII Anjos do Picadeiro. Clownesse Sassah (de saco plastico colorido na cabeça) ao lado de uma palhaça argentina e palhaças catarinenses. No final da palhaceata houve uma guerra de palhaços com muita agua, farinha, e muito tombo.

21.11.09

Encontro Internacional de Palhaços em Floripa
A oitava edição do Anjos do Picadeiro vai ser realizado em Florianopolis, produzido, organizado, batalhado pela intrépida trupe de artistas do Teatro de Anonimo, desde a primeira edição.
Já foi em São José do Rio Preto, São Paulo, Salvador e agora na capital catarinense
de 23 a 29 de novembro com grandes nomes da palhçaria nacional e internacional. O tema desse ano para debates, mesas redonda, quadrada, oval etc. será Espiral de Influências. O tema mais do que oportuno para debater a arte da palhaçaria com toda essa gama de influencias, tendencias e procedencias que estão aportando por aqui nesse início de século.
Clownesse Sassah vai dar pinta por lá. Na volta eu conto.
Detalhes aqui no site do Anjos do Picadeiro.
Ah, e tem um blog do Anjos, o Picadeiro Quente atualizado diariamente.


A Clownesse Sassah e seus sassaricos no MOLA 2009 - Movimento Livre de Artes do Circo Voador.

Comente

27.10.09

MOLA 2009- programação completa
Começa amanhã, dia 28, e vai até sábado, dia 31, a Mostra Livre de Artes do Circo Voador - MOLA 2009 que chega ao quinto ano de existência agora num novo formato, tendo uma semana inteira de programação. Fiquem espertos e cheguem cedo, os portões abrem às 20h e a entrada é gratuita até às 21h30.

Sassaricos da Sassah está programado para o encerramento no sábado dia 31, na Tenda Cênica. Quem não viu a Clownesse Sassah Coco de La Merde no Festival Internacional de Palhaças, tem agora mais uma chance. Voilà.

Nesses quatro dias irão acontecer as mais diversas manifestações artísticas, exposição de artes plasticas, curtametragens, audio visuais, instalações, teatro, dança, artes circenses, performances, bandas de musicas e muito mais coisa...idéias não faltam para essa moçada mostrar o seu valor, o evento promete...

Comentários são sempre benvindos...

7.10.09


O III Seminario da Faculdade Angel Vianna - Dança, Corpo, Movimento, acontecerá na sexta e sabado, dia 9 e 10 de outubro a partir das 9,30 hs da manhã, com conferencias, mesa de debates e performances.
Não é preciso fazer inscrição prévia para assistir ao Seminário. Todos estão convidados.
Não preciso dizer que é imperdível. Já sabem onde me encontrar nessa sexta e sabado, desde as 9 hs da manhã.
Aos desavisados e menos acostmados nas lides internéticas é só dois cliques em cima
da imagem e ela aumenta e dá para ler tudo. Voilà.

Postar um comentário

4.10.09


Comemoração 20 anos da Palhaça Margarida (Adelvane Néia, de Campinas) uma grande celebração no encerramento do Festival Esse Monte de Mulher Palhaça.

Quem esteve na platéia do SESC-Copa na semana do Festival Internacional de Comicidade Feminina, mudou o seu referencial da nobre arte do palhaço. As palhaças deram show de talento e competencia, e o público não cansou de aplaudir e de se maravilhar durante os seis dias do Festival. Alguns espectadores (entre eles, até os chamados formadores de opinião) vieram comentar que mudaram os seus conceitos depois de assistir o Festival. Não tinham parametros para pensar que essa nobre arte da palhaçaria, quando exercida por mulheres, existia como profissão no nosso País.

Quem foi ao encerramento do Festival, comenta até hoje e guarda na sua memoria visual a imagem da foto acima. Foi impactante, bela, inesperada, a imagem da Palhaça Margarida, (Adelvane Néia, de Campinas, atriz, palhaça, diretora, figurinista, ministra oficinas e cursos no Brasil e exterior), desfilando, em um equilibrio perfeito, em cima de um andor, carregado pelos técnicos que trabalharam nos bastidores, dando uma volta completa na arena do Teatro do SESC-Copa.
Depois, com a mesma elegancia e equilibrio desceu do andor e foi cortar o bolo de aniversário pela comemoração dos 20 anos da Palhaça Margarida, numa grande celebração com as palhaças todas no palco de arena do SESC, para o delírio do público que não cansava de aplaudir aquele belo momento, encerrando assim o evento artístico-cultural mais importante do ano em curso.
Gratidão, essa palavra tudo, às quatro intrépidas As Marias Da Graça, a Karla Concá, Geni Viegas, Samantha Anciães e Vera Ribeiro que idealizaram, batalharam e produziram o Festival Esse Monte de Mulher Palhaça - III Festival Internacional de Comicidade Feminina.

Update: A foto acima é da autoria da atriz-palhaça francêsa, a Jeannick Duppont que participou do festival
com "Poste Restante", no sábado. O público adorou aquela palhaça gringa tentando falar português. Depois de muitas trapalhadas com a participação de voluntários entre o público, no final simulava levantar voo num foguete, (me pareceu uma parodia daquele filme do Woody Allen "A Mãe Judia". Se não for, me corrijam, por favor. A paspalha aqui chegou atrasada) para o nervosismo e apreensão dos soldados bombeiros presentes nos bastidores. Ah, e ainda ministrou uma oficina de comicidade para palhaças profissionais, muito comentada pelas participantes. E além disso, mandou para todas nós, um album de fotos que ela clicou durante o festival. Ainda publico mais aqui. Valeu, Jeannick. Nós amamos você.

Jeannick Dupont ladeada pelas Marias da Graça, Samantha Anciães e Geni Viegas

As Marias da Graça, Geni Viegas, Samantha Anciães, Vera Ribeiro e Karla Concá clicadas pela Jeanick Dupont.
Deixe um comentário aqui

1.10.09


Mostra Livre de Artes - MOLA 2009

Depois da recente apresentação no Festival Internacional de Comicidade Feminina, "Sassaricos de Sassah", um exercício cênico da atriz-palhaça Ruth Mezeck foi selecionado para apresentação no MOLA 2009 do Circo Voador.
O evento multi-cultural acontecerá de 28 a 31 de outubro, reunindo teatro, dança, circo, clowns, performances, musica, audio visual, artes plasticas, intervenções gastronomicas, etc.
Um pirulito da Pâtisserie Fauchon de Paris para quem adivinhar quem é a palhaça que vos tecla.

Abaixo posto aqui o e-mail recebido da produção do MOLA 2009 com todos os escolhidos.
Depois de recebermos centenas de inscrições, esses são os artistas selecionados desse ano. Estamos em contato com todos os artistas e a programação final você confere aqui em breve. Parabéns à todos e vamos nessa!

C L O W N

‘Pulitrica’- Leo Carnevale

‘Sassaricos de Sassah - Ruth Mezeck

‘Os charlatões mais sinceros do mundo’
Grupo: Cia. 2 Banquinhos

‘Deu Zebra’
Grupo: Dias de Riso

C I R C O

‘Circo Los Padas’
Grupo: Cia. Los Padas

‘O cortejo’
Grupo: Grandes Seres da Montanha

No meu outro blog Artimanhas, todos
os selecionados:
Comente aqui

18.9.09

Sassaricos da Sassah
Já está no ar o site do Festival Esse Monte de Mulher Palhaça que estréia na próxima terça-feira, dia 22 e vai até domingo, dia 27.
A Palhaça Sassah (esta que vos tecla) está na programação do encerramento, dia 27 às 19 hs. Não venha ou se arrependerá para sempre...

15.9.09


Na foto de Ernesto Sena, Palhaça Sassah, a atriz/palhaça Ruth Mezeck, que está na programação do festival de comicidade feminina ESSE MONTE DE MULHER PALHAÇA. Essa é a terceira edição do festival que conta com apresentação de espetáculos, oficinas e palestra.
De 22 a 27 de setembro, o Espaço Sesc recebe o projeto "Esse Monte de Mulher Palhaça", o único festival Nacional e Internacional realizado no Brasil e o terceiro no mundo que discute a atuação da mulher na comicidade - uma renovação para o cenário cultural. A programação conta com palestra e oficinas gratuitas e espetáculos a preços populares.

Idealizado e coordenado pelo grupo "As Marias da Graça", o projeto tem como foco principal a mulher palhaça brasileira. O Festival pretende criar um espaço de reflexão e ação, com a intenção de ampliar a atuação dessas artistas no mercado cultural em diferentes Estados do Brasil. É o reconhecimento e a homenagem que faltavam às mulheres, que escolheram a arte do riso como função.

Serão 11 espetáculos apresentados só por mulheres. Entre as convidadas confirmadas, para esse ano, estão: Andréa Macera, do grupo Barracão Teatro (Barão Geraldo, Campinas), Adelvane Néia comemorando os 20 anos da Palhaça Margarida, Manuela Castelo Branco (Brasília), Antonia Vilarinho (Brasília), Circo Guaraciaba (Sorocaba), Raquel Franco (São Luís, Maranhão), As Claurinas (bailarinas cômicas, Niterói) e as atrações internacionais Elke Maria Riedman, Áustria; Jeannick Dupont, França; Marina Barbera, Argentina e Célia Ruth Chachuaio, Moçambique.

OFICINAS
Durante o Esse Monte de Mulher Palhaça vão acontecer duas oficinas: uma da Jeannick Dupont, para palhaças profissionais e uma da Flávia Reis para iniciantes.
- Espaço SESC: Oficina de comicidade – 22 a 25 de setembro 14h às 17h.
Rua Domingos Ferreira, 160 – Copacabana
Ministrante: Jeannick Dupont (França)
Somente para palhaças profissionais / 12 vagas

"As alunas trabalharão as relações de poder entre duas parceiras, ou mesmo três através de jogos corporais e rítmicos e de exercícios de improvisação, Conflitos, níveis de poder, mas também cumplicidade! Como encontrar o prazer, as variações e as emoções que nascem desta relação clownesca ancestral entre o Branco e Augusto"

- Espaço Cultural Sergio Porto: 22 a 25 de setembro terça a quinta de 14h às 17h e sexta de 13h às 16h.
Rua Visconde Silva s/n, Humaitá
Ministrante: Flávia Reis
Público alvo: atrizes, atores, estudantes de artes cênicas e iniciantes na arte da palhaça/o
Flávia Reis é coordenadora artística do grupo Roda Gigante que há 14 anos pesquisa a potência da/o palhaça/o como dispositivo transformador do cotidiano de hospitais da cidade do Rio de Janeiro. As intervenções do grupo buscam encontros que potencializem a ação criativa dos artistas bem como a de seus interlocutores. Nesta oficina trabalharemos sobre este espaço que se estabelece entre o artista e o espectador para que a/o palhaça/o exista.

Através de jogos e brincadeiras os participantes poderão exercitar alguns princípios que regem a atuação da/o palhaça/o na sua busca por encontros que promovam a alegria: a ação no tempo presente, a escuta, a capacidade de afetar e ser afetado, a consciência do seu potencial de comunicação e a improvisação.

PALESTRA

Papo-Cabeça Palhaça
25 de setembro às 11h.
Bate-papo entre as artistas do festival, e representantes da sociedade com objetivo de traçar planos para o fortalecimento da mulher palhaça no Brasil e ações de intercâmbio.
postar um comentário
De 22 a 27 de setembro
ESPETÁCULOS
22 de setembro, abertura às 20h - "Eu não sou nenhuma santa"
Show com Sílvia Machete. Direção: Roberto Oliveira.
Livre, leve e solta. O velho bordão frenético cabe justinho em Silvia Machete. O espetáculo vai além de um show, é uma experiência artística completa que combina música, circo e teatro. Um cabaré divertido. Cantora/entretainer/acrobata/pin up com muito jogo de cintura, voz afinada, e ótimas tiradas de brinde. Classificação: 14 anos.

23 de setembro, 19h - "Mulher na TPM até o Diabo treme" (Volta Redonda, Rio de Janeiro)
Com as atrizes/palhaças Giane Carvalho/Tiana, Márcia Vhenina/Sebastiana, Marlei Braga/Bastiana (As Bastianas). Direção e Dramaturgia: As Bastianas.
A peça trata das etapas "complicadas" pelas quais o sexo feminino passa durante a vida, e, com muito humor e leveza, descortina a realidade do cotidiano das mulheres. O espetáculo é realizado nos moldes de uma palestra, onde o público é recebido e convidado solenemente a tomar assento na platéia. Classificação: 14 anos.

21h - Cabaré: Mestra de Cerimônias: Florencia Santangelo/Cucaracha (grupo Roda Gigante, Rio de Janeiro)
Classificação: livre.

"Nado Sincronizado" (As Claurinas, Niterói)
Bailarinas/Palhaças: Carolina Caneca/Baixa Renda, Thaísa Jatobá/Bocona e Teresa Santos/Pescoço. Direção: Marcos Ácher.
A coreografia foi selecionada como um dos melhores esquetes de Niterói dentro do Festival de Esquetes de Niterói em 2008. O Nado Sincronizado faz uma brincadeira com as apresentações deste esporte que exige técnica apurada e movimentos graciosos. Só que nesta coreografia realizada pelas Claurinas, alguma coisa dá errado, e quem se diverte é a platéia. Classificação: livre.

"Ponto de Ôns" (Grupo Tripetrepe, Belo Horizonte)
Atriz/Palhaça: Cida Mendes/Cidoca. Direção: Iolene de Stéfano.
À espera de um milagre, Cidoca vai a Aparecida do Norte para ver Nossa Senhora. No ponto de ônibus ela sonha com a viagem e com a graça que alcançará. Classificação: livre.

"As divas do ringue" (Trupe Delas, Rio de Janeiro)
Elenco: Cristina Moura, Bruma Saboia e Mariana Hartung. Criação e Direção Musical: Cristina Moura.
Começa o campeonato de luta livre feminino (telecatch) onde a novata, tenta a sorte contra a atual campeã mundial, para isso ela conta com a ajuda da veterana que é um pouquinho atrapalhada. Classificação: livre.


"Como fazer uma poção do amor" (Rio de Janeiro)
Criação e Atuação: Daniela Piveta/Girassol e Patrícia Ubeda/Charlote.
O que é preciso para se conquistar a felicidade? O que é necessário para se ter o amor verdadeiro? Nesse mundo onde as relações são virtuais, duas palhaças "Charlote e Girassol" descobrem a maneira mais fácil de conquistarem o amor eterno: uma receita, um feitiço, uma poção mágica. Classificação: livre.

"Poráguabaixo" (Chapecó)
Michelle Silveira/ Barrica.
Por meio do jogo com objetos concretos e imaginários, Barrica apresenta com graciosidade e poesia um dia de sua vida que tinha tudo pra dar certo, parecia que não ia, mas de repente, quem sabe, desse. Classificação: livre.

"As Abelhas Indianas" (Trupe-Circo Guaraciaba, Sorocaba)
Atrizes/Palhaças: Guaraciaba Malhone, Iracema Cavalcante e Luciana Malhone. Direção: Márcia Jardim.
Uma das mais tradicionais reprises de Circo, "Abelha-abelhinha" é contada e representada pelas "Abelhas Indianas", de maneira peculiar, irreverente e muito divertida. Tudo não passa de um grande "pega trouxa". Porém, é preciso ter muita astúcia e habilidade para não ser pego desprevenido. Será que vale tudo para ganhar um litro de mel? Classificação: livre.

"A Boneca Miota" (Cia. Carroça de Mamulengos, Juazeiro do Norte)
Brincantes: Maria Gomide, Isabel Gomide e Luzia Gomide.
Miota é uma boneca gigante, criada por Carlos Gomide em 1992 para sua primogênita Maria, que deu vida a Miota de 1992 a 2003 (período que coube dentro da boneca). Em 2007, Luzia trouxe a Miota de volta ao espetáculo seguindo a tradição da família onde os bonecos são passados de irmão pra irmão. Miota é montada e desmontada em cena, uma boneca astuta, espontânea inteligente e carinhosa que com simplicidade encanta jovens e adultos. Classificação: livre.

24 de setembro, 19h - "Decripolou" (Recife, Pernambuco)
Com a atriz/palhaça-brincante Odília Nunes/ Bandeira. Direção: Odília Nunes.
Além da arte do palhaço, o espetáculo utiliza-se de malabares e mágicas para contar a história de Bandeira, uma brincante que anda pelo mundo contando histórias. Em mais uma de suas paradas, ela encontra-se com uma terrível dor de boneca que a impede de realizar sua "função". Eis que surge Sr. Moraes um velho amigo trazendo consigo uma receita de espantar tristezas e Bandeira curada segue sua brincadeira com o público. Classificação: a partir de 4 anos.

21h - "Parece ser que me fue" (Buenos Aires, Argentina)
Com a atriz/palhaça Marina Barbera/Marta. Direção: Raquel Sokolowicz.
Por uma fresta - ninguém sabe se na parede ou na sua cabeça - ela filtra o mundo. Se tivesse uma janela, ela a abriria. Espiaria. Se houvessem pessoas, as encontraria. Se houvesse um precipício, tentaria voar. Sem rota de fuga subiria montanhas, atravessaria rios, carnavais. Pediria todos os seus desejos. Teria um medo, um nó na garganta. Se fecharia para nunca sair. E despertaria. Nada disto existe. E ainda assim, tudo acontece. Classificação: 14 anos.

25 de setembro, 19h - "Treuer wie Feuer / Fiel como Fogo" (Áustria)
Com a atriz/palhaça Elke Maria Riedmann/ Brenda Feuerle.
A bombeira "Brenda Feuerle" está em operação. Ela recebeu uma missão do seu chefe: prevenção contra incêndios em um teatro. Ela tenta fazer muito bem, mas a sua fantasia sempre atrapalha o seu trabalho. Classificação: Livre.

21h - "As Caixas, as trouxas e a fronha" (Brasília)
Com a atriz/palhaça Antonia Vilarinho/Palhaça Fronha. Direção: Adelvane Néia.
Fronha muda-se para uma sonhada casa. Entre caixas, trouxas e objetos busca encontrar a chave para a sua felicidade. Para espantar a tristeza refugia-se no seu mundo de canções e festejos. Seu sonho de diva é o desejo de ser aceita. Sua terra, suas raízes, o nordeste de coisas revelando um interior de misturas e medo. Classificação: 14 anos.

26 de setembro, 19h - "Poste Restante/Correio Postal" (França)
Com a atriz/palhaça Jeannick Dupont/Huguette Espoir. Direção: Lory Leshin.
De robe azul e touca vermelha, Srta. Huguette Espoir, uma pequena dona de casa, arruma meticulosamente a sua casa. Muito excitada, é a primeira vez na sua vida que recebe convidados. Enviou muitos convites! E todos estão prestes a chegar ou quase todos. Hoje é o grande dia da partida e ela não voará sozinha. "Atenção! Embarque imediato! Repito: embarque imediato!" O público, com o bilhete numerado em mãos está preparado para participar deste momento extraordinário! Classificação: a partir de 7 anos.

21h - "Sobre Tomates, Tamancos e Tesouras"| (Barão Geraldo, Campinas)
Com a atriz/palhaça Andréa Macera / Mafalda Mafalda (Barracão Teatro). Direção e Sonoplastia: Rhena de Faria.
Sobre Tomates, Tamancos e Tesouras conta a história de Mafalda Mafalda (sim, o nome é duplo mesmo!), uma artista de cabaré banida pelo seu público após uma apresentação mal sucedida com uma tal "platéia do lado de lá". O espectador logo acaba por saber que algo mais grave se passou. Um olhar feminino sobre um universo que costuma ser atribuído aos homens: o sombrio universo do crime, das armas, do cigarro, da bebida e dos inspetores de polícia. Classificação: 16 anos.

27 de setembro, 16h - "Show De/Para/Com/Ou Mágicas" (Brasília)
Com a atriz/palhaça Manuela Castelo Branco/ Matusquella.
Uma tradicional apresentação de mágicas feitas com cartas, cordas e moedas. Só que com um detalhe... a mágica é uma palhaça. Números fantásticos e com muita participação da platéia. Classificação: Livre.

19h - Cabaré: Mestra de Cerimônias: Maíra Kesten
Classificação: 14 anos.

"A Equilibrista" (Circo Grock - Natal, Rio Grande do Norte)
Atriz/Palhaça: Gena Leão/Ferrugem.
Cheio de desafios reais e imaginários o numero da equilibrista é no final das contas uma grande brincadeira e uma deliciosa celebração do humor de picadeiro aonde a artista, conduzindo o espectador, viaja entre a fronteira que divide o ato de assistir, realizar e se deixar guiar pelos laços bem traçados que conduzem ao riso. Classificação: 14 anos.


"Aviso Prévio" (Recife)
Palhaças: Enne Marx/Mary En (Doutores da Alegria) e Nara Menezes/Aurhelia). Direção: Adelvane Néia (Humatriz Teatro, Campinas).
Duas super-heroínas saem em uma missão perigosa, arriscando suas próprias vidas. Diante de um iminente risco são surpreendidas por uma chamada fatal. Elas têm apenas 8 minutos para resolver o caso. Classificação: 14 anos.

"Shei-lá e seu violão" (Grupo Roda Gigante, Rio de Janeiro)
Atriz/Palhaça: Julia Schaeffer /Shei-lá.
Uma palhaça vai tocar uma música e acredita que todos irão gostar. Para isso, ela usa seu violão, um banco, um suporte, uma partitura e sua grande vontade de conseguir. Classificação: 14 anos.

"Felicidade" (Campinas, São Paulo)
Atriz/Palhaça: Pérola Regina/Dorotéia.
Tudo o que Dorotéia deseja é ser aceita por todos. O caminho escolhido é encaixar-se instantaneamente nos padrões estéticos impostos pela mídia. Encena-se o drama da mutilação que a simpatia geral exige. Classificação: 14 anos.

"Avareza" (Barueri e São Paulo)
Atrizes: Aline Moreno e Nana Pequini. Direção: Jairo Matos.
Uma mulher recebe a visita de uma amiga avarenta, com quem não se encontra há vinte anos. A mulher acha que a amiga veio para matar as saudades, mas descobre que, na verdade, ela está ali para cobrar uma dívida. Classificação: 14 anos.

"Sassaricos da Sassah" (Rio de Janeiro)
Concepção, atuação e texto: Ruth Mezeck.
A "chiquerézima" Clownesse Sassah Coco de La Merde, vulgo Palhaça Sassah, muito conhecida no século passado nos cabarés parisienses e adjacências, prepara-se para uma apresentação no Rio, "vestida" com as suas trocentas bolsas. Guardados dentro das suas inseparáveis bolsas, muitos "cadeaux" , os mais inusitados, todos comprados em Paris, segundo ela. E no final de sua apresentação ela vai regalar o seu público, distribuindo esses presentes especiais. Classificação: 14 anos.

"Tá bom, tá bom!"
Atrizes/Palhaças: Helena de Campos/Belinha e Priscila de Souza Lucena/Kambuca. Direção: Rogério Rodrigues.
Uma cena que revela a fragilidade da comunhão humana e mostra como carinho e amizade são sentimentos frágeis. Nessa cena, Belinha e Kambuca vão percorrer a ondulada relação humana numa via burlesca cheia de sopro do picadeiro e das cenas clássicas dos grandes palhaços. E pretendem revelar ao público, através da generosa entrega, que "O principal, é fazer da coisa principal, a coisa, principal." Classificação: 14 anos.

"Amor sob Pressão Violenta" (Maputo, Moçambique)
Atriz/Palhaça: Célia Ruth Chachuaio. Peça gentilmente cedida pelo escritor Mabombo.
A Ruth conta ao público as suas tristes e amargas experiências vividas no seu dia a dia como mulher. A sociedade rejeita-a pelo fato de acharem-na "desmiolada", meia louca, por não aceitar ser submissa às crueldades do seu homem, situação que entristece-a demasiado pois ela não é louca. Teve que ser internada no manicômio de onde passado algum tempo e conseguiu fugir. Infelizmente foi reencontrada. Antes que a devolvessem definitivamente, em 8 minutos Célia teve que convencer a equipa médica que não é louca. Classificação: 14 anos.

27 de setembro, 21h - "Encerramento" - Comemoração 20 anos da Palhaça Margarida (Adelvane Néia - Barão Geraldo, Campinas).

22 a 27/9, 3a, 20h, 4a a sábado, 19h e 21h e domingo, 17h e 19h. R$ 4 (comerciários), R$ 8 (estudantes, idosos), R$ 16. [livre] Espaço Sesc
Rua Domingos Ferreira, 160 Copacabana

7.9.09


Roselane Pessoa - Escrita & Manuscritos
Fui assistir a abertura da exposição da Roselane Pessoa, uma talentosa artista plastica que tive o privilégio de ter como colega na oficina "Objeto Performance" da
EAV, no ano passado. A exposição encerra dia 26 de setembro. Não vá ou se arrependerá para sempre...
A mostra apresenta duas instalações: Escritacomposta de desenhos gravados sobre placas de vidro, montados em caixa de luz. A leitura remete a códigos desconhecidos, linguagem construída a partir de signos recorrentes na obra. Em Manuscritos, a artista exibe 150 desenhos e monotipias de técnica mista sobre plástico, enrolados dentro de tubos de acrílico transparente e vedados para que preservam o mistério do pergaminho, a obra aponta para uma leitura oriental do trabalho.
Exposição 01/09/2009 a 26/09/2009
Segmento, objeto, instalação, desenho
Local: Centro Cultural Candido Mendes - Galeria Maria de Lourdes Mendes Almeida
Rua Joana Angélica 63 - Ipanema
Fonte : Canal Contemporaneo

28.8.09

Encerramento do Ciclo de Leituras no Teatro Princêsa Isabel

Na próxima segunda-feira, dia 31 de agosto, às 20 horas no Teatro Princêsa Isabel, a última leitura do I CICLO DE LEITURAS CHIQUINHA GONZAGA, com a leitura dramatizada da peça de autoria do ator, autor e diretor Sérgio Fonta, FLAGRAMENTOS (À LUZ DA DOCE PRIMAVERA), com direção de Bruce Gomlevsky. No elenco, Ednei Giovenazzi, Ivone Hoffman e Otto Jr. Esse elenco promete!
Assistí algumas dessas leituras e pude constatar o real interesse do público - nem falo da chamada classe artística, mas do público comum, aquele que não costuma frequentar os teatros da city porque não tem grana suficiente para bancar uma simples ida ao teatro.
O Orlando Miranda, dono do Teatro Princêsa Isabel, presidente da Escolinha de Arte do Brasil, entre outras atividades na área da arte e educação, e um dos maiores empreendedores culturais do País, já está agitando uma publicação dos textos lidos no Ciclo, todos inéditos, em CD e livro no projeto chamado "Ouvir e Ler". Isso é Orlando Miranda, como diria o Perfeito Fortuna.

24.8.09

Nunca percam o agora
Jorge Luis Borges, o maior escritor argentino, falecido em 1985, aos 86 anos, passa uma lição de vida, dando o seu recado em versos.
Quase ao fim da vida, o escritor ditou para a esposa-secretária um texto comovente. Uma espécie de reflexão de quem espera a morte com a consciência de um poeta que sabe que a vida, principalmente, se resume em pequenas coisas. Como o simples ato de andar descalço, contemplar a alvorada e brincar com as crianças.
Se pudesse viver de novo minha vida,
na próxima trataria de cometer erros.
Não tentaria ser tão perfeito, viveria mais frouxo.
Seria mais bobo do que fui;
de fato, levaria a sério só umas poucas coisas.
Seria menos higiênico.
Correria mais riscos, faria mais viagens,
contemplaria mais crepúsculos, escalaria mais montanhas,
nadaria em muitos rios.
Iria a mais lugares desconhecidos,
comeria mais sorvetes e menos vagens,
teria mais problemas reais e menos imaginários.
Fui uma pessoa dessas que viveu
sensata e pacificamente cada minuto
de sua vida; e é claro que tive momentos de alegria.
Mas, se pudesse voltar atrás, trataria de ter somente
bons momentos.
Pois, caso não saibam, disto é feita a vida, só
de momentos. Nunca percam o agora.
Eu era um desses que nunca vão a lugar algum sem um
termômetro, uma bolsa de água quente, um guarda-chuva
e um pára-quedas; se pudesse voltar a viver, viajaria
com menos peso.
Se pudesse voltar a viver, andaria descalço
desde o começo da primavera até o fim do outono.
Andaria de carrocinha, contemplaria mais
alvoradas e brincaria com as crianças, se tivesse
a vida pela frente.
Mas vejam, tenho 85 anos e sei que
estou morrendo.
Jorge Luis Borges

UPDATE: Sincronicidade é isso. Tinha postado esse poema do Borges que eu amo, quando pesquisando outro assunto, descobri por acaso que ele nasceu no dia 24 de agosto, justo a data desse post.
Comente. Deixe aqui a sua deixa
A redescoberta da America, dia 24, penultima leitura do Ciclo de Leituras do Instituto Cultural Chiquinha Gonzaga no Teatro Princesa Isabel - Av. Princesa Isabel, 186 - Loja C – Leme - Rio de Janeiro.
As 20:00 horas, sempre às segundas-feiras e com ENTRADA FRANCA.
A REDESCOBERTA DA AMERICA, texto e Direção: Maria Helena Kuhner.
ELENCO:
Rainha e Cuatemoc, Beatriz Penna.
D.Beatriz: Repórter e Apresentadora: Gina Teixeira
Colombo: Samir Murad
Diretor e Judeu: Ângelo de Matos
Rei e Dr. de Salamanca I: Luiz Osvaldo Cunha
Apresentador, Nobre e Mestre Fines: Marcus Toledo
Dr. de Salamanca II e Padre Marchena: Willian de Paula
Produtor, Dom Antonio Hojeda e burguês: Marcelo Dias
Bobadilla, Roderico e Pinzon: Orlando Caldeira
Hernando e Joven Ator:Johny Erick

18.8.09

O TÁ NA RUA E O TEATRO DE RUA - Semelhanças e diferenças é o título das oficinas sob orientação do professor, ator e diretor Licko Turle, tendo como convidados, Amir Hadad, Alexandre Santini, Chico Couto e Jussara Trindade. Deu para sentir o nível. Pois é queridos, e acrditem, sem ônus - oficina gratuita.
A oficina acontece sempre as quartas-feiras, das 19,00 às 22 hs, e vai se estender até o dia 09 de setembro.
Publico alvo: Arte-educadores, professores da rede pública, estudantes e pesquisadores de teatro, integrantes de grupos de teatro do Rio de Janeiro e do Brasil.
Local: Casa do Tá na Rua – Avenida Mem de Sá, 35, Arcos da Lapa – Rio de Janeiro.
Maiores informações com a Sara pelo telefone 2220-0678.
Mostra Prática de Teatro na UNIRIO começa amanhã e vai até sexta-feira. Gostaria de assistir a programação toda, ótima, mas não dá para mim, e assim selecionei e vou assistir sòmente os absolutamente imperdíveis, para mim:
- "A Órfão do Rei", direção de Zeca Liggiero para o texto do escritor angolano JOSÉ MENA ABRANTES que teve grande influencia no processo de descolonização e na guerra civil de Angola. Ví dele, "Amêsa" um dos melhores espetáculos do Festival de Curitiba. Sexta às 19,30 hs.
- "O Encontro de Solidões" esquete com Lucas Nascimento, ótimo ator, companheiro do Grupo de Estudos de Beckett e fotografo do meu espetáculo Dizinbolsa. Na quinta, às
17 hs.
- "Alguém me viu por aí", pela direção de Vinicius Arneiros, ator e diretor de quem assistí ontem a peça Cachorro! Um dos melhores trabalhos que ví nesse ano corrente. Às 17hs. na sexta-feira.
- "Cabaré de Palhaços" do Henrique Escobar, na quinta-feira às 18 hs.
Confiram a programação aqui. Bom proveito.

17.8.09

Leituras de peça no Teatro Princêsa Isabel
Dando continuidade ao I Ciclo de Leituras do Instituto Cultural Chiquinha Gonzaga, na próxima Segunda, 17 de agosto, às 20 hs.leitura dramatizada da peça BORBOLETAS DE MOLIÈRE, de Hersch Basbaum, com direção de Maria Helena Kühner. No elenco, Beatriz Penna, Gina Teixeira, Angelo de Matos e Marcus Toledo.
Censura: Livre. Entrada franca.

15.8.09

Dezessete anos de Vau da Sarapalha,
Está em cartaz só até amanhã no Teatro Nelson Rodrigues (Caixa Cultural) Av.Chile, 230- sempre às 20 hs. o espetáculo com atores do Grupo Piollin, de João Pessoa, Paraiba,Vau da Sarapalha baseado no conto Sarapalha, de Guimarães Rosa, com adaptação, cenário, iluminação, música original e direção de Luiz Carlos Vasconcelos.
Esta blogueira assiste esse espetáculo desde a sua primeira apresentação no Rio, em 1992, no Teatro Glaucio Gil, quando causou a maior a maior comoção na classe teatral e no público que teve o privilégio de assistir a um trabalho com a excelencia de qualidade do Grupo Piollin. À época, ficou comprovado com Vau da Sarapalha que os melhores espetáculos brasileiros não eram primazia do eixo Rio_São Paulo.
Em 1993, VAU DA SARAPALHA recebe o Prêmio Shell na Categoria Especial. Até a Barbara Heliodora fez entusiasmados elogios ao grupo e, especialmente ao trabalho do ator Servilio Holanda que fazia o cachorro Jiló "um dos mais extraordinários exemplos de criação corporal que temos visto em nossos palcos", em sua crítica no O Globo de 15/12/1992. Concordancia geral e irrestrita desta que vos tecla com a crítica da Heliodora Bárbara. Essa criação do Cachorro Jiló é minha referencia recorrente em trabalhos de corpo do ator.
O espetáculo é apresentado em todo o Brasil e,(esteve em temporada paulista
antes do Rio) mesmo sem fazer longas e contínuas temporadas, permanece em apresentação por dezessete anos.
Drops de Xuxu
Ah, e tem ainda hoje e amanhã às 17 horas, a última apresentação do Palhaço Xuxu. Quem não viu, veja, porque o Luiz Carlos Vasconcelos, o diretor do Piollin e criador do Xuxu, está morando agora em João Pessoa , e sabe-se lá quando teremos essa chance ver o Xuxu novamente.
Drops de A Gaivolta (Alguns rascunhos)
Tive o privilégio de assistir na semana passada o outro espetáculo do Grupo Piollin A Gaivota(Alguns rascunhos) do texto de Anton Tchekhov, dirigido pelo Haroldo Rego com atores do Piollin. O espetáculo foi apresentado com a platéia acomodada em semi-circulo no palco do Teatro N. Rodrigues. Montagem simples, num espetáculo quasi ritual, sugestão de figurinos da época e alguns objetos de cena compõem o espaço cênico. Atores ótimos,intercalando depoimentos pessoais, sugerem uma descontrução do texto de Tchekhov, num espetáculo antenado com a contemporaneidade.

13.8.09




Xuxu no palco do Teatro Nelson Rodrigues, fotografado pela sua fã de carteirinha, esta blogueira que vos tecla.
Palhaço Xuxu só até domingo no Teatro Nelson Rodrigues. Quem ainda não viu terá mais uma chance de ver um Mestre da nobre arte do palhaço.

9.8.09

Leitura no Teatro Princêsa Isabel
Continuando o Ciclo de Leituras do Instituto Cultural Chiquinha Gonzaga, na próxima segunda-feira, dia 10 de agosto, às 20:00 horas, com entrada franca, será lida no Teatro Princesa Isabel (Av. Princesa Isabel, 186), a peça
Conversa inconsequente numa tarde morna de domingo do premiadíssimo autor Ricardo Meirelles (Prêmio Nelson Rodrigues ganhou o primeiro e segundo lugares e mais prêmios de leitura e Prêmio Universitário, entre outras premiações). Direção do ator e diretor Sérgio Fonta, tendo no elenco Jalusa Barcellos, Helena Werneck e Reinaldo Cotia Braga.

2.8.09

Próximo ato, suspense
Prosseguindo na apresentação do I CICLO DE LEITURAS do Instituto Cultural CHIQUINHA GONZAGA, será realizada na próxima segunda, dia 03/08, às 20:00 horas, a leitura dramatizada da comédia PRÓXIMO ATO, SUSPENSE, de Raimundo Alberto, com direção de Gedivan de Albuquerque.
No elenco, Maria Pompeu, Angelo de Matos, Beatriz Penna, Anita Terrana, Nicolai Nunes e Ewa Procter. Trilha sonora de Jonas Hammar.
Teatro Princesa Isabel - Av. Princesa Isabel, 186 - – Loja C -
Copacabana – Tel.: 2275-3346 –
Ingressos: GRÁTIS.

27.7.09


PINA BAUSCH no video e no cinema vai acontecer no Teatro Angel Vianna do Centro Coreografico do Rio de Janeiro - Rua José Higino, 115 esquina da Av. Maracanã, na Tijuca. do dia 30 de julho (quinta) ao dia 2 de agosto (domingo) com entrada franca. Maiores informações nos tels. 2570-1247 / 2268-7139.

26.7.09

Ciclo de Leituras no Teatro Princêsa Isabel

Dando prosseguimento ao Ciclo de Leituras do Instituto Cultural Chiquinha Gonzaga, na próxima segunda, dia 27, às 20 horas, com entrada franca, vai ter a leitura dramatizada da peça Inferno no Paraiso, de EVA PROCTER, no Teatro Princesa Isabel, Av. Princesa Isabel, 186 - Leme.
No elenco, Gina Teixeira, Marcos Toledo, Lula Medeiros, Antonio Dias, Beatriz Pena, com a direção de Luiz Oswaldo.
Após a leitura do dia 27, será comemorado o aniversário da atriz Gina Teixeira.

Fabio Porchat, Xinran Xue ao centro, e as atrizes Fernanda Maia, Regina Gutman, Patricia Vasquez, Pollyana Rocha e Crhis Rudolph.
Dica de espetáculo: Palavras na Brisa Noturna

Inspirada no livro As Boas Mulheres da China, best seller da jornalista Xinran Xue, a peça Palavras Na Brisa Noturna reúne cinco monólogos feitos por cinco atrizes diferentes. As cenas foram criadas pelo ator, diretor e roteirista Fabio Porchat com base nos relatos verídicos do livro, que retratam o drama da mulher ao longo do século 20.

O título da peça é o nome do programa de rádio que a autora tinha na China e através do qual descobriu todas as personagens abordadas no texto. O espetáculo faz uma alusão ao cotidiano vivido por mulheres de todo o mundo, mas algumas referências remetem à China, como o vermelho no cenário e figurino, por exemplo.

Com direção do ator e diretor Fabio Porchat, os figurinos de Samuel Abrantes (um mestre dessa arte), cenario inspirado do Claudio Torres Gonzaga, e no elenco as ótimas atrizes Fernanda Maia, Patrícia Vazquez, Regina Gutman, Pollyanna Rocha e Cris Rudolph, num comovente trabalho de entrega à personagem.

Em homenagem à autora, as atrizes do elenco se apresentam com apenas uma unha das mãos pintada, costume adotado pela jornalista chinesa para atrair a atenção das pessoas e conseguir descobrir boas histórias para seus livros.

Fabio Porchat fala no programa da peça: "É inacreditável pensar que essas histórias são reais, que aconteceram e acontecem. O que mais me atraiu no livro de Xinran foram as inumeras imagens que surgiam na minha frente, como num filme, e eu podia ver o sofrimento delas. Eu espero que aqui, vocês vejam essas mulheres. Chinesas, iraquianas, brasileiras, nordestinas, cariocas, emfim, mulheres...

O espetáculo fica em cartaz até o dia 31 de agosto, sempre aos sabados, domingos e segundas àsd 20 hs. na sede da Cia dos Atores, na Lapa.

16.7.09

Convite para matar, de Daltro Ribeiro é a segunda leitura dramatizada do I Ciclo de Leituras do Instituto Cultural Chiquinha Gonzaga, no dia 20 de julho (próxima segunda-feira), às 20:00 horas, no Teatro Princesa Isabel, Av. Princesa Isabel, 186 - loja A, Copacabana. Entrada franca.
No elenco, os atores atores Helton Cury, Sérgio Vianna, Renata Lima, Bernardo Demaria Brum, Mariana Araújo, David Gutierres e Nielson Roças. A direção é do autorda peça.
Leituras dramatizadas
Todas as segundas feiras,às 20 horas, do dia 13 de julho até 31 de agosto, leituras dramatizadas de textos teatrais, no I Ciclo de Leituras do Instituto Cultural Chiquinha Gonzaga. Entrada franca, no Tetro Princêsa Isabel - Av. Princesa Isabel 186 - Leme.
13 de julho – “BONECA CHIQUINHA”(ou “O Sonho de Chiquinha”) de LULA BASTO

20 de julho – “CONVITE PARA MATAR” de DALTRO RIBEIRO

27 de julho – “INFERNO NO PARAÍSO”de EWA PROCTER

03 de agosto – “PRÓXIMO ATO, SUSPENSE”de RAIMUNDO ALBERTO

10 de agosto – “CONVERSA INCONSEQUENTE NUMA TARDE MORNA DE DOMINGO”de RICARDO MEIRELLES

17 de agosto – “BORBOLETAS DE MOLIÈRE”de HERSCH BASBAUM

24 de agosto – “A REDESCOBERTA DA AMÉRICA” de MARIA HELENA KUHNER

31 de agosto – “FLAGRAMENTOS” de SÉRGIO FONTA

15.7.09

II FESTIVAL CONTEMPORÂNEO DE CENAS CURTAS

Na próxima sexta-feira, dia 17, às 21,30 hs. na sede do Teatro Contemporâneo na Conde de Iraja 253, em Botafogo, terá início a segunda edição do Festival Contemporanero de Cenas Curtas, e na sua segunda edição, em parceria com o Espaço Tápias Escola de Dança. O Festival de Cenas Curtas, segundo os seus organizadores, tem o objetivo de abrir espaço para novas idéias, novas propostas, e principalmente voltado para os novos artistas desconhecidos de todo o Brasil.
O Festival antenado com as tendencias contemporâneas vai mostrar trabalhos nas areas de dança, teatro, poesia e performances.
O Festival de Cenas Curtas foi idealizado e produzido pela Cia de Teatro Contemporâneo. A companhia criada em 1998 pelo ator, autor, diretor, professor de teatro, DINHO VALLADARES. O Dinho é um jovem corajoso que ousou além de manter por vários anos um teatro de repertorio com a sua companhia, decidiu criar um espaço teatral nessa nossa cidade, tarefa destinada aos raros e benditos audaciosos.
E, em 2004, a Cia. de Teatro Contemporâneo adquiriu a sua sede própria - um velho casarão de 1910, na Rua Conde de Irajá 253, entre as ruas Voluntários da Patria e São Clemente, em Botafogo.

DIZINBOLSA, foi selecionado para apresentação no II Festival de Cenas Curtas, e esta blogueira vai apresentar na sexta-feira, dia 17, a primeira parte do trabalho que foi apresentado no Festival de Curitiba. Fica aqui o convite para os amigos, leitores, os meus seguidores aqui do Rio. Sorry periferia... (como diria o Ibrahim Sued) mas este weblog já tem nove seguidores.

Aqui no site da Cia. de Teatro Contemporâneo, todos os detalhes de horários e preços etc. e tal.

4.7.09

de trabalho e vida ...

Esse é o inspirado título do e-mail de divulgação da Oficina de Redação para Todos que será ministrada pela dramaturga, jornalista e roteirista ISIS BAIÃO, uma das maiores autoras desse País premiada aqui e no Exterior. Entre as premiações, mereceu uma na Grecia, o "Onassis International Cultural Competitions - Theatrical Plays”, com a peça Casa de Penhores, que concorreu numa tradução para o francês, intitulada Mont-de-Piété. Do concurso participaram 1.470 autores de 76 países.
Com muito bom humor ela está divulgando a oficina entre os seus amigos e admiradores:
"... não é fácil conseguir-se emplacar um curso ou oficina neste balneário, sem um patrocinador ou a participação de alguma celebridade (ainda que seja um Big Brother da primeira geração...)"
E esta blogueira sua fã e admiradora, desde a sua primeira montagem nos anos 70, o Instituto Naque de Quedas e Rolamentos, recomenda sem reservas para todos os interessados. E, principalmente para todos os blogueiros interessados em conquistar leitores para os seus blogs. E corram por que são só 15 vagas por turma.

Oficina da Redação para Todos com Isis Baião

Escolha a sua turma:

Às segundas, das 19 às 21 h - De 10 de agosto a 16 de novembro

Às quintas, das 15 às 17 h- De 13 de agosto a 29 de outubro

Às sextas, das 10 às 12 h - De 14 de agosto a 30 de outubro

Duração 3 meses Carga horária total 24 horas
Número de vagas 15 Investimento R$ 180,00 mensais

Local “L’Art de Vivre” – Rua Sorocaba, 264 - Botafogo
Telefones p/ inscrição 2527-6005 / 2266-6470 (de 8 às 21 h)

Apresentação
Expressar pensamentos e sentimentos através da escrita parece tarefa difícil para um grande número de pessoas. E, no entanto, a escrita é fundamental na vida de todos nós. Precisamos dela na vida pessoal e profissional. Precisamos dela para fazermos da carta de amor ao concurso público, até porque é mais fácil “vender o peixe” quando bem apresentado...

Objetivos
. Desenvoltura e criatividade na escrita;
. Dar aos participantes as noções básicas da fluência na linguagem escrita;
. Orientá-los no treinamento em diversos tipos de redação.

Temário
. Pode-se expressar um pensamento de várias maneiras também na escrita. Diversos fatores determinam a qualidade do texto, entre eles, a originalidade;
. A narrativa simples e subjetiva do bilhete e da carta;
. A força da palavra dentro de um contexto e a importância da riqueza vocabular e da clareza;
. A objetividade da notícia jornalística;
. A dissertação sobre um tema qualquer (como desenvolver e desdobrar idéias);
. Leitura de textos diversos (dos jornais e da literatura);
. Exercícios e/ou avaliação de trabalhos em todas as aulas.

A Orientadora
ISIS BAIÃO é jornalista e dramaturga, com uma vasta obra teatral e três livros publicados. É detentora de um prêmio internacional de dramaturgia, o “1997 Onassis Internacional Cultural Competitions – Theatrical Plays” (Grécia), estando entre os sete dramaturgos no mundo a receber o prêmio naquele ano.
Melhores informações: http://www.isisbaiao.com

30.6.09

Em O Globo online João Saldanha, Paulo Caldas, Debora Colker e Ana Botafogo, falam da importancia e influencia de Pina Bausch na dança contemporânea.

Pina Bausch *27/ju1ho/1940 +30/junho/2009

A coreógrafa e bailarina alemã Pina Bausch morreu na manhã de hoje (30/06), aos 68 anos, na Alemanha. A notícia foi dada por um porta-voz do Tanztheater Wuppertal, companhia dirigida pela artista, que informou que ela soube que estava com câncer há apenas cinco dias.
Pina nasceu em 27 de julho de 1940, em Solingen, na Alemanha. Começou seus estudos em dança em 1955, na escola Folkwang, de Essen, e depois foi para Nova York. Regressou à Alemanha em 1962 para integrar a companhia de Kurt Jooss, onde começou a desenvolver a dança-teatro que revolucionou a forma de dançar e tornou seu trabalho admirado em todo o mundo. Desde 1973 ela dirigia o Tanztheater Wuppertal, com o qual dançou no último domingo (28/06).
Entre as produções mais conhecidas de Pina estão Komm tanz mit mir (1977), Keuschheitlegende (1979), Café Müller (1978) e a versão de A Sagração da Primavera (1975). Em 2007, ela ganhou o Prêmio Kyoto, em homenagem a sua obra, que rompeu as fronteiras entre dança e teatro. Em setembro está programada a vinda do Tanztheater Wuppertal a São Paulo, quando será apresentado o mesmo programa que a companhia trouxe ao Brasil em 1980 (primeira turnê brasileira), com Café Müller e A Sagração da Primavera.
Fonte: Revista idança

28.6.09

Brecht for ever!

Há homens que lutam um dia, e são bons;
Há outros que lutam um ano, e são melhores;
Há aqueles que lutam muitos anos, e são muito bons;
Porém há os que lutam toda a vida
Estes são os imprescindíveis

Bertolt Brecht

26.6.09

A viagem fantastica ao Festival dos Inhamuns
Você sabe em que lugar do mapa-mundi fica Inhamuns? E Tauá, Parambu, Quiterianópolis e Aiuaba? Não ? Nem eu, até receber o emeio do LICKO TURLE, militante dos mais ativos do teatro de rua e coordenador do grupo Tá na Rua, no Rio. Ele viajou ao Ceará para participar como convidado do I Encontro do Movimento de Teatro de Rua do Ceará, na semana retrasada.
Este evento ocorreu dentro do IV Festival dos Inhamuns – Circo, Bonecos e Artes de Rua que se espalhava pelas cidades de Tauá, Parambu, Quiterianópolis e Aiuaba, nos sertão dos Inhamuns, na cidade de Arneiroz, no Ceará. Um Brasil que o Brasil não conhece. Vale a pena ler o relato aqui no Artimanhas.

24.6.09

Diretores debatem dramaturgos contemporâneos na UFRJ

Na próxima sexta-feira o Fórum de Ciência e Cultura, o curso de Direção Teatral da Escola de Comunicação e o curso de Cenografia e Indumentária da UFRJ promovem um debate entre diretores sobre dramaturgos contemporâneos.
Participarão do evento os diretores Enrique Diaz, Gilberto Gawronski, Felipe Vidal e Ivan Sugahara, que vão falar sobre as suas encenações de peças de Daniel Maclvor, Bernard-Marie Koltès, Tom Stoppard e Jean-Luc Lagarce.

Dia 26 de junho, sexta-feira, às 16:40h
Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ - Salão Moniz de Aragão
Av. Pasteur 250, Urca
Fonte: Revista Questão de crítica

23.6.09


Jandira Feghali e Angel Vianna, sendo entrevistadas na primeira fila do Teatro Angel Vianna, do Centro Coreografico, batizado com uma grande festa na segunda-feira, dia 22. De A a Z o povo da dança, do teatro, da músioa estava lá para homenagear Angel e vê-la dansar. O teatro super lotado, com as pessoas disputando cada pedacinho de chão e os mais descolados lotaram as cabines de música e som. Encontrei pessoas que eu não via desde o século passado. L'ambience era de festa total, dansa e alegria.

Essa menina linda de blusa verde é Tainá, sua neta, filha do Rainer Vianna.

Angel sentada na primeira fila, sendo entrevistada, e ao seu lado a Regina Vieira, a sua aluna mais antiga e a mais assidua do curso livre de expressão corporal.

Angel discursando e Jandira Feghali atenta.

Teresa Taquechel, diretora da Pulsar, Julieta Calazans, Carmen Luz e Jandira.

No canto à esquerda a professora Julieta Calazans, Carmen Luz e Jandira Feghali

Angel Vianna, antes de descerrar a placa comemorativa - ao alto.

Ontem, no batismo do Teatro Angel Vianna, Carmen Luz diretora artística do Centro Coreografico, a Secretária de Cultura Jandira Feghali e a nossa Mestra Angel Vianna.
Novarina em Cena
Abriu ontem, dia 22 no Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ, no Salão Muniz de Aragão com a conferencia da diretora francêsa Claude Buchval, o projeto em homenagem ao autor e artista plástico francês, Valère Novarina. O evento prosseguirá nos mêses de julho e agosto com apresentação de peças no Teatro Glauce Rocha e SESC-Ginastico, mesas redonda e conferencias com entrada franca.
Dia 13 de julho às 19 hs. conferencia com a presença de Valère Novarina no Salão Muniz de Aragão da UFRJ - Av Pasteur, 250 Urca.
Dia 3 conferencia com o psicanalista Romildo de Rêgo Barros,
e no dia 4 de agosto uma mesa redonda com vários debatedores,
no mesmo horario e local
Dia 2 de julho no Teatro Glauce Rocha, as peças Como Vocês que habitam o tempo e no dia 9 de julho, ainda no GlauceRocha, Luzes do Corpo - O ator sacrificante.
Dias 16, 17 e 18 de julho Espaço SESC Ginastico,
A Inquietude, O Ateliê Voador e O animal do tempo. Essa ultima eu vi montada aqui com muito sucesso na interpretação da Ana Kfuri e direção do Tuninho Guedes.
Valère Novarina, nascido na França em 1947, atualmente é um dos autores contemporâneos mais encenados no mundo. Os textos Carta aos Atores e Para Louis de Funès, publicados em 1989, já foram traduzidos para o italiano, sueco, inglês, alemão, catalão e português.
A produção textual do autor não se insere na dramaturgia tradicional e propõe outras possibilidades de sentidos cênicos a serem explorados.

Maiores detalhes no blog Artimanhas

O companheiro Marcondes Mesqueu de longas jornadas teatrais e que tais é o diretor e criador desse evento do cartaz acima. E no elenco, a palhaça Edith DonDon companheira de algumas palhaçarias nas aulas das Marias da Graça e do coletivo LiquidaAção do qual eu fui participante. Não poderei comparecer. Tenho aulas aos sabados á tarde. Daqui o meu abraço e muita MERDA para vocês.

20.6.09


Batismo do TEATRO ANGEL VIANNA

Na próxima segunda feira, dia 22, às 19hs., o espaço cênico do Centro Coreografico da Cidade do Rio de Janeiro, vai ser batizado com o nome da Mestra Angel Vianna,
em uma homenagem com uma grande festa com a presença da Secretária Municipal de Cultura Jandira Feghali e apresentações de bailarinos e coreógrafos formados na Faculdade e Escola Angel Vianna e muitos outros artistas e admiradores.

Na ocasião, ANGEL VIANNA também participará do evento dançando sua mais recente criação: o solo ATEMPO - Comentário Corporal.

O evento promovido pelo Centro Coreografico faz parte da Semana Angel Vianna, uma homenagem à nossa grande Mestra que aniversariou no dia 17. Do dia 20 ao dia 25 de junho, estão programados espetáculos, oficinas, filmes, palestras, debates e performances.

Centro Coreografico da Cidade do Rio de Janeiro
Rua José Higino, 115 - Tijuca tels. 2570-1247 2268-7139

Programação completa da Semana Angel Vianna no Artimanhas

14.6.09

O Anjo de Pedra

Na próxima terça-feira, dia 16 de junho, às 18,30 horas,com entrada franca no IBEU de Copa - Av Copacabana 690 11o. and. a leitura pública da peça de Tennessee Williams O ANJO DE PEDRA, com adaptação e direção da atriz e diretora Maria Pompeu e tradução de Sergio Viotti. No elenco a atriz Angela Vieira e alunos formandos da Escola de Teatro da UNIRIO.

O ANJO DE PEDRA será a 51a. peça americana a ser lida no Centro Cultural IBEU de Copacabana. As leituras são uma das atividades do Drama Club dirigido por Maria Pompeu desde 1993.
Com direção de Maria Pompeu esse ano já teve a leitura de "A MORTE DO CAIXEIRO VIAJANTE, com ator Francisco Cuocco e alunos da CAL.

O ANJO DE PEDRA de Tennessee Williams estreou em 1948 na Broadway com o título de SUMMER AND SMOKE.O autor tinha pensado antes nos títulos "Mapa de Anatomia" e "As Excentricidades de um Rouxinol". A peça mostra a transformação física e mental dos dois personagens principais: a filha solteirona de um pastor e um jovem médico rebelde por quem ela se apaixona.

13.6.09

Encontro de Artes e Diferenças - Corpos Ímpares

Na programação de hoje (sabado) tem mesa redonda de 15 as 18 hs com Andrea Chiesorin, Alexandre Franco, Carmen Luz, Lucia Matos e Rogerio Andreolli debatendo Dança em Corpos Ímpares.

E um raro presente para o povo da arte e o público em geral, a Mestra Angel Vianna às 18,30 em uma apresentação especial "ATempo-Comentario Corporal" com musica e direção de Tato Taborda e imagens de Fernando Ramos.

D-Equilibrio, coreografia e interpretação de Marcos Abranches.

As 19 hs. Maria Alice Poppe em "Tempo Liquido", com música der Tato Taborda e coreografia de Mauricio de Oliveira.

Pulsar Cia. de Dança com direção e coreografia de Teresa Taquechel "Estudo para indefinidamente indisível" - estudo que traça um roteiro de possibilidades e variantes. Bolas infláveis permitem que os corpos vicenciem de forma intensa a transformação e a imprevisivilidade do movimento.

Ingresso gratuito. Senhas uma hora antes do espetáculos. Caixa Cultural da Almirante Barroso, 25.

Corpos Ímpares é um projeto da Pulsar Cia. de Dança, que propõe um novo olhar dentro da estética da dança, dirigido pela bailarina e coreografa Teresa Taquechel. Criada em 2000 no Rio de Janeiro, vem sendo considerada nos últimos anos uma referencia nacional e internacional no trabalho com arte, dança e deficiência. Desde sua criação, dedica-se à construção de obras coreográficas em dança contemporânea.

Amanhã (Domingo) no encerramento tem mais Angel Vianna como convidada na instalação performance ENDOBRANDO, e na mesa redonda das 15 as 18 hs com Beth Caetano, Paulo Azevedo, Paulo César Duque Estrada, Maria Celia Salgado e Teresa Taquechel debtendo o tema Arte HOJE PARA TODOS;


Às 18hs no Teatro de Arena da Caixa, uma instalação performance: ENDOBRANDO concepção e direção da Teresa Taquechel com a Pulsar e convidados.

Tem ainda mostra de videos e fotos - Cine 2, sessão contínua de videos de 13 às 20hs e um video com as imagens capturadas durante as oficinas de dança do evento.
No final da programação, um coquetel de encerramento.

11.6.09


I SEMINARIO LATINO AMERICANO DO NEPAA:
PERFORMANCE, JOGO E FESTA - UNIRIO
Dias 15 e 16 de junho. Programação aqui no blog Artimanhas.

9.6.09


Programação aqui no site da PULSAR Cia. de Dança Contemporanea, dirigida pela Teresa Taquechel. Um presente raro para o povo da dança, teatro e o público em geral.

10.5.09

EncontrArte

Até o dia 12 de junho, estão abertas as inscrições de participação no VIII EncontrArte - Encontro de Artes Cênicas da Baixada Fluminense. O
EncontrArte na sua oitava edição, acontece todos os anos em Nova Iguaçu, e vem se firmando como um dos mais importantes festivais de teatro do Estado do Rio.
O festival tem o apoio da Petrobras e é idealizado, batalhado e produzido por cinco intrépidos jovens da baixada fluminense, a Claudina Oliveira, Everton Mesquita, Fabio Mateus, Mário Marcelo e Tiago Costa.

Edital e Ficha de inscrição no site:
www.encontrarte.com.br

A deixa é sua.

9.5.09


STILL NO TEATRO SERGIO PORTO
Estreou ontem (8/05), o espetáculo do bailarino e coreografo Gustavo Ciriaco Still - sob o estado das coisas no Espaço Cultural Sérgio Porto, e vai até o dia 17 de maio, e depois no Centro Coreografico de 22 a 24 de maio. O trabalho, ganhador do Prêmio APCA 2007, é inspirado na idéia de still life (natureza morta) retrata objetos da vida cotidiana na ausência do homem, explorando a relação entre presença e ausência.
"Still - sob o estado das coisas", convida os espectadores a mergulhar em diferentes registros de presença que podem se estabelecer entre as duas esferas de uma cena: a do performer e a daquele que o vê. Inspirados inicialmente no universo da still life (natureza morta), onde objetos da vida cotidiana são retratados na ausência do homem, os criadores foram atraídos pelo tipo de presença humana suscitada por esses rastros, “uma espécie de vida em suspensão”.
Still propõe, dentro de um contexto imersivo, uma nova convivialidade, para provocar e fazer refletir sobre as diversas camadas de presente e presença a que estamos submetidos diariamente e a todo instante na época contemporânea.
Gustavo Ciríaco, em continuidade ao diálogo já estabelecido com as artes plásticas em peças anteriores, traz para a pesquisa coreográfica o uso de procedimentos caros à sua atualização nas artes visuais, em particular na vídeo-arte.
O espetáculo chega ao Rio depois de uma bem sucedida carreira em São Paulo, onde
ganhou um dos mais importantes premios do País, o Prêmio da Associação Paulista de Criticos de Arte - APCA.
E, essa blogueira que teclando vos fala, conhece o trabalho do Gustavo, desde os tempos de aula na Angel, e depois de formado, quando ele fazia a dupla Kelzwits com o Fred (Frederico Paredes). Isso posto, quero dizer´postado, recomendo sem reservas.

De 8 a 17 de maio no Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto, Rua Humaitá, 163. Telefone: 2266 0896. Sexta e domingo, às 20h e sábado, às 20h30.
De 22 a 24 de maio no Centro Coreográfico do Rio de Janeiro, Rua José Higino, 115. Telefone: (21) 2570-1247. Sexta, às 20h30. Sábado e domingo, às 20h.


Fonte: revista digital i-dança.

7.5.09


"Outdoor Corpo Machine" performance solo de André Massena Foto: Nilmar Lage
IV COLOQUIO FIFI
Na próxima semana, dias 14, 15 e 16 (quinta e sexta no Salão Nobre da UERJ e sábado na EAV - Parque Lage) vai acontecer o IV Colóquio Filosofia e Ficção: corpo & performance. O IV Coloquio FIFI focaliza as múltiplas relações entre Filosofia, Artes e Letras no campo temático de corpo e da performance. Estimula a reflexão, diálogos, interfaces, mediante uma proposta transdisciplinar que valoriza os mais variados campos de estudos e linguagens, aproximando
interlocutores entre a filosofia e as linguagens das artes: a literatura, o teatro, a música, o cinema, as artes plásticas e a dança.

Programação completa postada no blog Artimanhas

A deixa é tua, cacatua

Começou a festa de Angra dos Reis
Começa hoje,e vai até domingo (dia 10) o 14º Encontro Nacional de Teatro de Rua em Angra dos Reis. O evento movimenta Angra dos Reis e a transforma, por alguns dias, em ponto de encontro para artistas de quase todo o país. A festa começa a ferver na manhã de hoje, dia 7 com a apresentação de dois grupos teatrais, a Carroça de Mamulengos(Ceará) e a Cia. Chegança (Maranhão).

À tarde, das 12 às 16h, acontecerão performances em diversas ruas do Centro. A partir das 17 horas, os artistas sairão em cortejo da Casa de Cultura Poeta Brasil dos Reis, pelas ruas do Centro, com bumbos, malabarismos, pernas-de-pau e muita alegria, para anunciar e convidar a população para se integrar aos espetáculos que acontecerão até odia 10 de maio.

Vale destacar que o interesse pelo encontro vem crescendo a cada ano que passa. Neste ano, mais de 83 grupos de todo o país inscreveram seus espetáculos e participaram da seleção do encontro. No encontro deste ano, os espetáculos e toda movimentação aula-espetáculo pública, de Amir Hadad, na Praça do Porto, homenagem ao saudoso criador do Teatro do Oprimido, Augusto Boal, oficinas, debates, seminários, encontros e festejos) será observado por jornalistas, críticos e pesquisadores deuniversidades como a Unirio, Usp, Udesc, Ufpr, entre outros. A curadoria está sendo feita pelos excelentes profissionais Licko Turle e Jussara Trindade.

Outras boas novidades deste ano são o Ponto de Encontro, local para troca de
experiências teatrais e o momento de lazer e descontração no Ponto de Bala(da), sempre no final da noite, depois das apresentações, onde todos poderão encontrar-se para pensar na arte e festejar a vontade com o disck-jokey Alessandro Perssan, do Grupo Tá Na Rua.

Je suis desolée...

Tá tudo muito bem/ tá tudo muito bom / a festa já começou / e a minha performance "DIZINBOLSA" que estava entre os quasi cem projetos inscritos foi selecionada para apresentação, mas não vai estar lá. Quando eu fui chamada estava participando do Festival de Curitiba, e os produtores não me encontrando, e tendo pressa de fechar a programação escolheram outro espetáculo. Je suis desolée. Voilà.

PROGRAMAÇÃO
Dia 7 de maio- quinta-feira

10h - Carroça de mamulengos “História de teatro e circo”
Juazeiro – CE
Praça do Porto

11h - Cia Chegança “A mulher que vendeu o marido por 1,99”
São Luís – MA
Rua do Comércio e Praça do Papão

12h às 16h – Performances
Rua do Comércio e Praça do Papão

Pedro Olaia “O barato é aqui” Belém – PA
“Apóstolo Paulo” – Cia. das sombras – Angra dos Reis – RJ
“Pensamentos reflexivos” – Bruno Marques e Fabrício Lopes – Angra dos Reis –
RJ
“Os invisíveis” - Cia. Álacre – Angra dos Reis – RJ
“Os retirantes” - Marlene Ponciano – Angra dos Reis – RJ
“Simplesmente Empadinha” - Cia. Palhaçologistas – Angra dos Reis – RJ
“Dança das cadeiras” – Grupo Teatro de Operações – Rio de Janeiro – RJ
“Promoção de foto 3x4 – Cia Show de Cenas – Angra dos Reis – RJ
“Pesquisando o seu senso” - Evelyn Ramos e Flaviana Ayres – Angra dos Reis –
RJ
“A troca” - Conceição Correia – Angra dos Reis – RJ
“Contação de histórias” – Glauter Barros – Angra dos Reis - RJ

16h Concentração do cortejo
Casa da Cultura
17h-Cortejo pelas ruas da cidade
Casa da Cultura, Rua do Comércio, Rua Arcebispo Santos, Praça Nilo Peçanha,
Professor Lima, Porto, Estação Santa Luzia, Praça do Carmo, Rua do Comércio
e Casa da Cultura.

19h - Abertura oficial
Praça da Matriz
20h – Irmãos Brothers -15 anos de Irmãos Brothers”
Rio de Janeiro - RJ

21h – Inauguração do Ponto de Encontro com lançamento de livros e homenagem
a Augusto Boal e Almir Haddad.
Clube Comercial

Dia 8 de maio- sexta-feira

10h – Cia. Mamulengo da Folia - “A folia no terreiro de Seu Mané Pacaru”
São Paulo – SP
Praça do Porto

11h às 16h – Performances
Rua do Comércio e Praça do Papão

“Lençóis desarrumados” - Cia. Vacivu – Betim – MG
Pedro Olaia “O barato é aqui” Belém – PA
“Os charlatões mais sinceros do mundo” - Cia. 2 Banquinhos – Rio de Janeiro
– RJ
“Zé Ninguém – O homem de papel” - Dalmo Saraiva – Rio de Janeiro – RJ
“Pelas Ruas” - OJT – Rio de Janeiro – RJ”
“O trem” - Angra Cia. de teatro – Angra dos Reis – RJ
“O manipulador e a boneca” - Letícia Issene – Angra dos Reis – RJ
“Despacho” - Monique Eucário – Angra dos Reis – RJ
“Doce Deleite” - Fábrika do Entretenimento – Angra dos Reis – RJ
“A mulher que grita, rodopia e cai” - Lucy Mafra – Rio de Janeiro – RJ
“Jogos da vida” Carmem Zanatta – Rio de Janeiro – RJ
“Os assombrados” – Trupe do Descoco – Angra dos Reis - RJ

11 às 12h- Dança Afro
Grupo Gente de Teatro da Bahia
Clube Comercial

14h – Seminário I
A Rede Brasileira de Teatro de Rua e o Poder Público
Casa de Cultura

16h - Grande Cia Brasileira de Mystérios e Novidades - “Ciclopes”
Rio de Janeiro – RJ
Praça do Mercado

18h – Cia. Gente de Teatro da Bahia - “Cordel do pega pra cá”
Salvador - BA
Praça da Matriz

20h – Cia. da Lua “A lenda da Bica da Carioca”
Angra dos Reis - RJ
Bica da Carioca

21h – Cia. de Teatro Nu Escuro - “O cabra que matou as cabras”
Goiânia-GO
Praça do Porto

Dia 9 de maio - sábado

10h – Seminário II
Festivais de Teatro do Estado do Rio de Janeiro
Perspectivas e Organização
Casa da Cultura

13h as 16h – Oficina de Teatro de Rua (com Amir Haddad)
Praça do Porto

17h – Grupo Pombas Urbanas - “Histórias para serem contadas”
São Paulo - SP
Praça da Matriz

18h30 – Grupo Arte da Comédia - “Aconteceu no Brasil, enquanto o ônibus não
vem”
Curitiba - PR
Praça do Porto

20h – Experiência Subterrânea - “Circo negro”
Florianópolis _SC
Rua do Comércio e Praça do Papão

21h – Coletivo Pulso -Hai-kai – Somente as nuvens nadam no fundo do rio”
Belo Horizonte - MG
Praça do Mercado Municipal


Dia 10 de maio- domingo

16h – Galpão Cine Horto - “ Arande Gróvore”
Belo Horizonte - MG
Praça do Porto

17h – Circos Nosotros - “Famiglia Milan e o Gran Circo Guaraná com Rolha”
Santos - SP
Praça da Matriz

19h – Grupo de Teatro Andante - “A história trágica de Édipo Rei”
Belo Horizonte - MG
Praça do Mercado Municipal

FONTE: Subsecretaria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Angra dos Reis
(24) 33652110 / 33653476 / FAX: (24) 33651255
CELULAR PLANTÃO: (24) 99623149
www.angra.rj.gov.br

Tecla aqui a sua deixa...

Desde ontem, agora no Galeria Café, o espetáculo do grupo As Marias da Graça, Geni, Karla, Samantha e Vera - o primeiro grupo de mulheres palhaças do Brasil. O espetáculo ficará em cartaz todas as quartas de maio e junho, às 22hs.
Quem assistir a peça pode ficar para a festa Estrelas Mudam de Lugar!
Não vá ou se arrependerá para sempre...

As queridas paspalhas Bastianas, moradores de Volta Redonda farão uma unica apresentação na quinta feira próxima, dia 14, no Teatro Princesa Isabel, em Copa. Vamos lá prestigiar o trabalho dessas meninas. Fiquei fã do trabalho delas quando fizemos a oficina das Marias da Graça.

2.5.09


"Clownssicos" da Cia do Giro de Porto Alegre no Teatro Nelson Rodrigues
Clownssicos e Sonhos ...
Só hoje e amanhã no Teatro Nelson Rodrigues, na Av. Chile, 230, um espetáculo de clown e bufão para circense nenhum botar defeito, Clownssicos.
Os meus conterraneos da Cia do Giro de Porto Alegre que já apresentaram aqui no ano passado no Poeira o festejado Larvárias, voltam ao Rio com duas montagens: Clownssicos e Sonhos de uma noite de verão que fazem parte do projeto Um giro de estilos. Os dois espetáculos teem estilos de interpretação distintos: clownesco e shakespeariano.

Com direção da ótima Daniela Carmona (eu a vi em Gueto Bufo) e o ator e musico Adriano Basegio, o espetáculo apresenta uma companhia de clowns, cansada de só lidar com “os temas menores que envolvem o riso”, decide revelar sua capacidade interpretativa através dos grandes clássicos da cena ocidental. Desfilam pelo palco fragmentos de tragédia grega, Shakespeare, melodrama e realismo, personagens classicos dos contos infantís, todos tratados de forma sincera e profissional pelo olhar clownesco.
Segundo os seus autores, "a perspectiva é desconstruir as certezas da lógica padrão, do discurso oficial que sustenta os argumentos da literatura clássica. O objetivo não é criticar de maneira desrespeitosa esta nossa bela herança cultural, mas sim respeitar o olhar daquele que é torpe, desengonçado e feio.

Competentíssimos e ousados na sua proposta mostraram que entendem de palhaçaria e bufonaria como poucos, revelando um profundo conhecimento dessas técnicas. A clownesse Sassah amou e até chorou com aquele final surpreendente.

Teatro Nelson Rodrigues - Av Chile, 230 Tel. 2262-5483
Clownssicos 30 de abril a 3 de maio
O Sonho de uma noite de verão - 7 a 10 de maio (quinta a domingo da próxima semana)

Deixa para quem quiser...

14.3.09


Parte interna do Memorial de Curitiba

Parte externa do Memorial de Curitiba

QG DO FESTIVAL

"QG do Festival" é como está sendo chamado o imponente espaço do Memorial de Curitiba, localizado na parte historica da cidade, contrastando com as muitas construções antigas. Estive em Curitiba na semana retrasada, quando fui conhecer o teatro onde vou me apresentar. Amei. O Espaço Cultural FALEC o teatro mais charmoso e confortável da cidade, disseram algumas pessoas da clase teatral.

E, na ocasião, fui conferír in loco a beleza do lugar e a grande movimentação do pessoal da coordenação do festival que já está ocupando todo o terceiro andar do Memorial, alguns festivaleiros e o publico que circula pelo espaço do Memorial. A cidade de Curitiba já está no clima do festival com cartazes espalhados por toda a cidade. Estive também no terceiro andar do Shopping Mueller com as filas movimentadíssimas para a compra de ingressos para o festival. E lá fiz minha propaganda boca a boca com as simpaticas meninas da recepção e coloquei lá os folders de Dizinbolsa.

Inaugurado em 1996, o Memorial da Cidade é um espaço dedicado à memória, às artes e à cultura de Curitiba. Nesse espaço, o público pode assistir a apresentações cênicas e musicais, ver exposições de arte, assistir a palestras ou participar de cursos sobre arte e cultura.

PS. Na minha chegada ao Memorial, ainda no térreo, fui carinhosamente recepcionada pelo Fernandinho. Ele é descendente de índios guaranís, funcionário e uma espécie de relações publicas do Memorial, com historias incríveis para contar. Uma pessoa interessantíssima, amigo do escultor Franz Krazberg de quem foi hóspede na árvore-casa do Krazberg na Bahia.

Diga lá ...
Figurino e Cena
O vizinho blogueiro PAULO VINICIUS, ator, figurinista e cenografo radicado no Paraná, mandando bem sobre o Festival de Curitiba. No seu blog Figurino e Cena, ele entrevista diretores e atores do Paraná que indicam os seus melhores espetáculos da Mostra 2009. Alto nível dos entrevistados e do entrevistador. Vale uma conferida.

13.3.09

BECKETT, ISABEL CAVALCANTI E UM GRANDE ATOR

A Revista de Teatro da SBAT n. 520 setembro/outubro/2008 que ainda está nas bancas ou pode ser adquirida também na sede da SBAT ou pela internet, publica o excelente artigo da diretora Isabel Cavalcanti (uma das maiores autoridades em Beckett no País). Nesse artigo intitulado "Beckett, Rembrandt e um grande ator" ela relata os processos da direção das duas peças de Samuel Beckett A ultima Gravação de Krapp e Ato sem Palavras I, interpretadas pelo ator Sergio Britto, atualmente em cartaz no SESC Ginastico.
Reproduzo aqui algumas partes dessa entrevista:

"Certa vez, Beckett afirmou só haver um tema em sua vida:"De um lado para o outro na sombra, da sombra de fora para a sombra de dentro. De um lado para o outro, entre o inatingível ser e o inatingivel não-ser". O espetáculo segue este percurso.

Durante os ensaios observei que o corpo de Sergio Britto era um corpo sem vaidades, desarmado, sem defesas. Um corpo com um sentido de desproteção muito forte. Como as personagens de Beckett. A vida sem disfarces. Meu intuito, então, era alcançar uma sutileza de interpretação tão intensa e sem excessos quanto o despojamento daquele corpo. Trazer a sua interpretação para o rés do chão, abandonar uma possivel solenidade para que a humanidade do teatro de Beckett aparecesse. Seria necessário ao ator desfazer-se de composições, artificios, truques...

Foi aí que a magica se deu: o grande ator revelou-se o grande artista, capaz de desaprender. Porque a genialidade do grande artista é a habilidade extrema em desaprender. Sergio aceitou todos os desafios sem resistencia. Atirou-se ao processo de criação com desprendimento e paixão raros. Foi abandonando pelos caminhos suas redes de proteção. Trabalhamos arduamente para alcançarmos a simplicidade. E creio que chegamos a ela."

SERGIO BRITTO e SAMUEL BECKETT, AGORA NO TEATRO GINASTICO

Sergio Britto reestreia hoje, em curtíssima temporada que vai até o dia 5 de abril no Teatro Ginastico, A ÚLTIMA GRAVAÇÃO DE KRAPP e ATO SEM PALAVRA I, dois textos de Samuel Beckett. O espetaculo dirigido pela atriz e diretora Isabel Cavalcanti rendeu ao ator o Premio Shell 2009 de Melhor Ator e o Prêmio Faz Diferença conferido pelo GLOBO.

O espetáculo fez uma temporada de três meses no Oi Futuro, um teatro pequeno, mais intimista, e enfrenta agora um teatro maior e com outro tipo de publico alvo. Mas o intrépido ator aceita o desafio e declara ao Mestre Mauro Ventura na ótima entrevista no GLOBO de hoje: "quem puder rever vai ter surpresas"

Não preciso dizer que é imperdível. Não vá ou se arrependerá para sempre...
Atenção povo da UNIRIO, Martins Pena, CAL e estudantes de teatro em geral fiquem espertos se ainda não viram... uma aula de teatro pelo melhor ator do Brasil na contemporaneidade.

A "Última Gravação de Krapp, um escritor grava os acontecimentos marcantes do ano que passou e escuta passagens de anos anteriores. Em "Ato sem Palavra I", um personagem num deserto tenta, em vão, matar sua sede.

TEATRO SESC GINASTICO - Av Graça Aranha, 187 Centro Rio de Janeiro
De sexta a domingo às 19,30 hs. R$ 5 (comerciarios) e R$ 20.
Até 5 de abril. Tel. 2279-4027
Aqui a lista dos participantes e a compra de ingressos para o Festival de Curitiba
Diga lá...

14.2.09

Encontro Nacional de Teatro de Rua em Angra dos Reis

As inscrições para o XIV Encontro Nacional de Teatro de Rua de Angra dos Reis, no Rio de Janeiro, estão abertas ate o dia 27 de fevereiro. Podem se inscrever
espetáculos de rua, circo e performances em espaços abertos.
O Encontro acontecerá de 16 a 21 de abril.

Informações e regulamento no blog Artimanhas
Formação de Preparador Corporal nas Artes Cênicas na Faculdade Angel Vianna

Tomando como base sua experiência de quatro décadas como preparadora corporal, Angel Vianna lança esta nova Pós-Graduação Lato Sensu em Formação de Preparador Corporal nas Artes Cênicas. Este curso proporcionará o contato com diversos preparadores corporais e diretores convidados atuantes no mercado nacional, que buscarão apresentar princípios fundamentais que possibilitam esta parceria. Ao mesmo tempo os alunos terão aulas de experimentação de várias técnicas de corpo, assim como disciplinas teóricas para complementares esta formação. As disciplinas são as seguintes:
Preparação Corporal (com a presença de diretores convidados)

Viewpoints

Laban

Anatomia para o Movimento

Conscientização do Movimento

Análise Funcional do Corpo no Movimento Dançado

Rasa Boxes

Contato-Improvisação

Voz e canto pela técnica de Alexander

Teoria do Corpo na Filosofia

Teoria do Conhecimento

História do Corpo no Teatro Brasileiro

Teatro Musical

O Preparador Corporal e o Mercado de Trabalho

INVESTIMENTO: R$ 410,00 (quatrocentos e dez reais) mensais
Ex-alunos terão desconto de 10%

HORÁRIO e CARGA HORÁRIA: Sábado 9:30h às 16:30h. Horas totais do curso: 378 horas (inicio em 7 de março 2009)

CORPO DOCENTE: Cláudia Mele, Duda Maia, Geórgia Victor, Joana Ribeiro (Professora Convidada Prodoc Capes recém doutor UniRio), Jorge Albuquerque Vieira, Letícia Teixeira, Luciana Bicalho, Márcia Rubin,
Marito O. Forsberg, Paulo Mantuano, Paulo Trajano e Diretores Convidados.

INSCRIÇÕES ABERTAS. Vagas Limitadas.

Informações: tel. 21.2551-0099
Rua Jornalista Orlando Dantas, 2. Botafogo. Rio de Janeiro.
pospcafav@hotmail.com