Seguidores

6.6.10

GYROTONIC PRA QUÊ TE QUERO.

Eu pensava em dar um tempo maior para os cursos de técnicas corporais até o mês passado, quando a Mestra Angel Vianna deu um toque, recomendando o Gyrotonic. Ela convidou a Rita Renha, facilitadora do método no Brasil para um nini curso de tres aulas por mês lá na FAV. Acontece que eu não aguentava mais durante anos a construção e descontrução de métodos e mais métodos. Quem é do "métier" sabe o que isso significa.

Pois é, mas esse aprendizado corporal é como um vício, a gente não larga nunca, e quanto mais estudamos e pesquisamos, mais a gente saca o quanto temos ainda que aprender sobre essa maquina que é o corpo humano. E, lá estou animadíssima desde o mês passado, praticando o Gyrotonic. E, pude constatar que estava precisando trabalhar a minha respiração. O Gyrotonic lembra muito no uso do corpo, o Método Angel Vianna de conscientização corporal, mas com uma bordagem diferente, privilegiando sempre a respiração. GYROTONIC é um método de condicionamento
fisico criado no final dos anos 70 pelo romeno JULIU HORVATH, ginasta, nadador, yogui, acunputurista e ex-primeirobailarino. O método se baseia nos princípios chaves do yoga, ta-chi-chuan, natação e ballet e consiste na prática de exercícios fisicos fluidos, ritmicos e circulares integrados à respiração que obedece à natureza do ser humano.
Os movimentos circulares, espiralados e ondulados que o caracterizam ajudam a aumentar a capacidade funcional da coluna, contribuindo com a consciência esférica e tridimensional, resultando em equilíbrio.
Esportistas o utilizam para desenvolver força, flexibilidade e eficiência. Pessoas de idade avançada usam para aliviar dores nas articulações e melhorar a amplitude de movimento. Terapeutas e médicos o indicam para reabilitação de lesões
Interessados telefonar lá para a FAV 2551-0099 e terá mais
detalhes. Terça próxima, dia 8 de junho, começa o segundo módulo.
Aulas as terças e quintas das 20 às 21,30 hs.
Junho: 08, 22,24
Julho: 06,08,13
Fonte de pesquisa:GirotoniC

Nenhum comentário: