Seguidores

7.6.10


Indefinidamente Indivisível

Na próxima quinta-feira, dia 10, estrea no Centro Coreografico do Rio de Janeiro, o novo espetáculo da Pulsar Cia. de Dança, "Indefinidamente Indivisível", com direção da bailarina e coreografa Teresa Taquechel.

A Pulsar Cia. de Dança Contemporânea, dirigida por Teresa Taquechel, vem sendo considerada uma referência nacional no trabalho com arte, dança e deficiência. Desde sua criação, em 2000, vem refletindo em sua pesquisa coreográfica a multiplicidade do indivíduo e possibilidades de produção artística entre corpos ímpares com resoluções próprias de movimento.

Este novo espetáculo da Pulsar traça um roteiro de possibilidades e variantes. Bolas infláveis permitem que os corpos vivenciem a transformação e a imprevisibilidade do tempo e do movimento. O risco permanece, pois o erro é a parte viva do acerto: abre para o que pode vir a ser.

Como afirma o filósofo Henri Bergson:A mudança, se consentirem em olhá-la diretamente, sem véu interposto, bem rapidamente lhes parecerá como o que pode haver no mundo de mais substancial e mais durável. Sua solidez é infinitamente superior a de uma fixidez que não é mais que um arranjo efêmero entre mobilidades.

O uso das bolas infláveis neste processo investigativo é importante porque permitem que os corpos vivenciem de forma intensa a transformação e a imprevisibilidade do movimento. Abrem caminhos para uma entrada poética e plástica no pensamento bergsoniano.

A mudança é indivisível, o tempo – duração – é indefinidamente indivisível.

Breve historico da PULSAR:
A companhia, nestes nove anos, apresentou-se em diversas cidades brasileiras e em 2004, recebeu das mãos do Presidente da República e do Ministro da Cultura, o Prêmio Ordem ao Mérito Cultural.
Neste mesmo ano representou a América Latina na Cerimônia de Abertura, no Internacional VSA Arts Festival, em Washington-DC no Kennedy Center. Em 2006 foi contemplada pelos Prêmios Funarte Klauss Vianna (Dança) e o Além dos Limites e, em 2007, foi patrocinada pela Caixa Cultural, ficando em temporada com seu último espetáculo no Teatro da Caixa. É uma companhia residente do Centro Coreográfico do Rio de Janeiro e faz parte do Núcleo de Pesquisa Coreográfica da Escola Angel Vianna.
ARTE E SUPERAÇÃO - link para uma matéria do Jornal do Brasil, em 2003, e que esta escriba, guardava aqui nos seus alfarrabios.
Serviço:
Centro Coreográfico do Rio de Janeiro
Rua José Higino, 115 - Tijuca (mesmo prédio do Super Mercado Extra)
Tel: 2570-1247 e 2268-7139
Quinta a domingo, às 19:00 hrs. Ingresso: R$ 10,00 e R$ 5,00
Curta temporada de 10 a 20 de junho de 2010.

Fonte: site do bailarino da Pulsar, o
Rogerio Andreolli e
Pulsar Cia. de Dança.

Em tempo: o elenco desse espetáculo ainda não constava nas fontes pesquisadas, mas vou apurar. Excusez-moi-du-peu.

Quer comentar? Comentários serão sempre benvindos.

Nenhum comentário: