Seguidores

18.11.04

Palhaço Cuti-Cuti, o Pregoeiro e o Márcio Libar do Anônimo

O título acima, é tudo uma coisa só, digo uma entidade só na pessoa do ator, do palhaço, do artista popular, um dos criadores do grupo Teatro de Anônimo, o Márcio Libar. E este post é pra dizer que eu preciso ir à Fundição Progresso para rever pela décima quinta vez (exagêros á parte, dá quasi isso, ou mais, pelas vezes que eu programei e não deu para ir), "O PREGOEIRO", espetáculo solo do Márcio Libar.

Quem não viu não sabe o que está perdendo, e quem viu volta sempre como esta que vos tecla -- humm... vos tecla! Ça va sens dire! O espetáculo já foi visto por mais de vinte mil pessoas em quasi todos os estados brasileiros, (aqui no blog tem posts a respeito de sua excursão pelo País) e acaba de prorrogar sua temporada, em novos dias e horários: sempre às sextas e sábados às 21 hs. até o dia 4 de dezembro. Fiquem espertos porque só tem mais três finais de semana.

Ah, e para quem chegar mais cedo, no Espaço do Teatro de Anônimo, tem um bar espertoO OriginalBar que abre as portas do teatro as 20 horas, com seus drinks maravilhosos, e aquele maneiríssimo caldo de feijão e petiscos no capricho. Se preferir continuar no ambiente para mais degustações, o OriginalBar também fica aberto após o espetáculo.
O PREGOEIRO Criação, atuação e direção: Márcio Libar. Libar usa sua experiência como artista de rua para mostrar a gênese de um palhaço. Fundição Progresso (Sala Teatro de Anônimo): Rua dos Arcos 24, Lapa ? 2524-2324. Sex e sáb, às 21h. R$ 15. 60 minutos. Até 4 de dezembro.

Nenhum comentário: