Seguidores

5.12.06


Fui à Festa de entrega do Prêmio Eletrobras de Teatro, ontem, no Copacabana Palace. Na foto, Marieta Severo, o presidente da Eletrobras, alegre e faceiro com a mão no ombro da Marieta, o Ministro das Minas e Energia, os atores da peça etc. e tal. O grande ausente foi o Aderbal que não poude comparecer "por estar trabalhando", disse a Marieta. O Estadão dá em primeiríssima mão,(hoje) e o blog em primeira.
Jorginho de Carvalho, o grande homenageado

Eu não costumo ir a essas festas de traje a rigor, costume completo e que tais, de entregas de premios e coisas do gênero - cheiram a naftalina, e l'ambience ne me plaît pas.
Mas a festa, ontem foi especial. Fiquei muito feliz com as homenagens prestadas aos veteranos de teatro, especialmente pelo Jorginho de Carvalho o mestre dos mestres da iluminação.
Nos anos oitenta e noventa, Jorginho também dirigiu com talento e competencia vários espetáculos para adultos, adolescentes (a antologica montagem Porcos com Asas)e crianças, com o grupo Mixirico O leiteiro e a menina noite do João das Neves, e um espetáculo para crianças que ganhou oito indicações para Prêmio Mambembe e o Prêmio de Melhor Ator para Emanuel Santos: a adaptação do poema de Carlos Drummond de Andrade, O Elefante, do qual esta blogueira teve o privilegio de participar como atriz.

A Bárbara Stella, atriz do nosso grupo Mixirico, mandou beleza hoje lá na minha página do orkut: nós sabemos quantas pessoas ele iniciou na arte de pintar quadros efêmeros - que é a iluminação teatral: Ivan, Neném, Aurélio, Maneco, Kari, etc... Acho que ele está para a iluminação teatral no Brasil como a Aurora Boreal para as outras auroras. A boreal é primordial e absoluta.

Prêmio Eletrobrás de Teatro/2006, os premiados:
Peça: Púcaro Búlgaro
Atriz: Marília Pêra (Mademoiselle Chanel)
Ator: Gillrray Coutinho (O Púcaro Búlgaro)
Autor: Daniela Pereira de Carvalho, pelo texto "Não Existem
Níveis Seguros para Consumo Destas Substâncias";
Diretor: Aderbal Freire-Filho (O Púcaro Búlgaro)
Cenário: Paulo Moraes e Carla Berri (Toda Nudez Será Castigada)
Figurino: Rita Murtinho (Toda Nudez Será Castigada)
Iluminação: Maneco Quindaré (Toda Nudez Será Castigada)
Prêmio especial: Hélio Eichbauer, por seus 40 anos de carreira

Nenhum comentário: