Seguidores

4.11.03

JESUS a.C. na mais perfeita "tradução" do poeta LEMINSKI

Falando em símbolos crísticos, o livro V I D A publicado pela Editora Sulina, reunindo em um único volume, as biografias de Cruz e Sousa, Bashô, Jesus e Trótski, é dessas leituras imprescindíveis para quem quer entender melhor a contemporaneidade. Foi o primeiro livro que eu lí do Leminski, e foi um presente de aniversário que eu ganhei do meu irmão mais velho, o Ruy. Esse livro está sempre aqui em cima da minha mesa de trabalho, ou perto dela, para eventuais consultas.
"Vida", de Paulo Leminski, é um banquete raro com a competência literária aliada à militância zen-marxista desse grande poeta, considerado pelos experts, o mais completo escritor de sua geração.
Vale a pena transcrever aquí na íntegra, o prólogo sobre a vida de JESUS, chamado de Carta de Intenções. Essas intenções foram alcançadas com o brilho de quem traduziu os textos evangélicos diretamente do original grego, além de outros textos em latim, francês e inglês..

CARTA DE INTENÇÕES
Este livro é dirigido por vários propósitos.

Entre os principais, primeiro, apresentar uma semelhança o mais humana possivel desse Jesus, em torno de quem tantas lendas se acumularam, floresta de mitos que impede de ver a árvore.

Outra, a de ler o signo-Jesus como o de um subversor da ordem vigente, negador do elenco dos valores da sua época e proponente de uma utopia.

Outra ainda, seria a intenção de revelar o poeta que Jesus, profeta, era, através de uma leitura lírica de tantas passagens que uma tradição duas duas vezes milenar transformou em platitudes e lugares-comuns.


Nenhum comentário: